Fifa e Catar celebram marca de 1.000 dias para o início da Copa do Mundo de 2022

A Fifa e o Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2022, no Catar, celebraram nesta terça-feira a marca de 1.000 dias para o início da competição. De acordo com os organizadores locais, o país está adiantado na preparação, já que dos oito estádios a serem utilizados no torneio o Khalifa International e o Al Janoub já estão em operação. E mais três arenas serão inauguradas neste ano: o estádio da Educação, o Al Rayyan e o Al Bayt.

O Comitê Organizador e a Fifa fizeram um balanço sobre o andamento dos principais projetos e a experiência adquirida com o Mundial de Clubes de 2019.

"Com mil dias para a Copa, o Catar se situa onde nenhuma outra sede esteve. O Catar quer encantar o mundo e está no caminho para isso. A Copa do Mundo de 2022 será um avanço, de uma perspectiva social e cultural. Vai abrir portas para essa região fanática por futebol, oferecendo uma nova visão para locais e estrangeiros, trazendo pessoas mais próximas servindo como uma ferramenta para o entendimento comum", declarou o presidente da Fifa, o suíço Gianni Infantino.

O Mundial de Clubes serviu de evento-teste para a Copa. De acordo o Comitê Organizador, as novas linhas de metrô entregues ajudaram no transporte de mais de 50 mil torcedores e cerca de 43 mil visitantes passaram pela Fifa Fan Zone. Novas estradas e centros de treinamento serão finalizados, assim como a expansão dos aeroportos.

"Com todos os projetos de infraestrutura em andamento, uma de nossas prioridades agora é formatar a experiência dos torcedores para 2022. Estamos determinados para realizar um evento que seja caloroso para todos e que mostre o nosso país e a nossa região sob a luz mais positiva. Nós aprendemos com o Mundial de Clubes e vamos aplicar as lições na edição de 2020 e em nosso planejamento para 2022", afirmou Nasser Al Khater, diretor executivo do Comitê Catar-2022.

Por conta do forte calor no verão do Catar, no meio do ano, a Copa do Mundo de 2022 será disputada entre 21 de novembro e 18 de dezembro, quando o país árabe estará no final do outono com temperaturas mais amenas para os jogadores e torcedores.