Fernando Diniz tem Vitor Bueno como dúvida no São Paulo para enfrentar o Santos

Com o adiamento por decisão da Conmebol da partida contra o River Plate, que iria acontecer na terça-feira, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, o técnico Fernando Diniz vai escalar força máxima para enfrentar o Santos, neste sábado, com os portões fechados no Morumbi, pelo Campeonato Paulista.

A única dúvida em relação ao time titular é o aproveitamento de Vitor Bueno. O jogador entrou em campo na última quarta-feira sentindo dores no tornozelo esquerdo pela importância do jogo e ajudou na vitória diante da LDU por 3 a 0. Agora pode ser poupado pelo treinador.

Sem Vitor Bueno, Fernando Diniz poderia utilizar o clássico com o Santos para tentar resgatar Pablo. O atacante não marca desde o dia 22 de janeiro, no triunfo contra o Água Santa, e já amarga um jejum de nove jogos. Ele também foi muito criticado pelos gols perdidos na derrota para o Binacional, do Peru, na estreia da Libertadores.

O treinador afirmou mais de uma vez que Pablo é um grande jogador e que foi contratado pelo São Paulo após uma temporada magnífica pelo Athletico Paranaense. A ideia de Fernando Diniz é fazer com o atacante o mesmo trabalho feito com Alexandre Pato, que também viveu um momento difícil na temporada.

O único desfalque confirmado para o clássico é o goleiro Tiago Volpi. O titular sofreu uma pequena fratura na mão direita na vitória diante da LDU e já iniciou o processo de recuperação logo após um exame de imagem apontar o problema. O departamento médico do clube não informou o tempo de recuperação. Lucas Perri está confirmado contra o Santos.

O São Paulo deve enfrentar o Santos com: Lucas Perri, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Vitor Bueno (Pablo), Antony e Alexandre Pato.