Esportes Felipão diz que maratona de jogos atrapalha o Cruzeiro na disputa da Série B

Felipão diz que maratona de jogos atrapalha o Cruzeiro na disputa da Série B

Em sua luta para afastar de vez de qualquer risco de rebaixamento e se aproximar do G-4, o grupo de acesso, o Cruzeiro falhou mais uma vez em conseguir vencer três partidas seguidas na Série B do Campeonato Brasileiro. O empate sem gols contra o CRB, na terça-feira, em Maceió, brecou essa sequência positiva do time e o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que a maratona de jogos está atrapalhando.

"Quando a gente conversava com os atletas, eles estavam apresentando os mesmos sintomas que nossa equipe, ou seja, muito cansaço pela maratona. As viagens, jogos a cada dois ou três dias, não tem como o jogador apresentar a mesma condição de um jogo para o outro, embora hoje (terça-feira) nós tenhamos jogado muito mal. Não foi um dia que fiquei satisfeito porque nós não criamos nenhuma oportunidade. Não tínhamos força para nada", disse Felipão.

Só nos últimos dias, o Cruzeiro entrou em campo no último sábado (goleada por 4 a 0 sobre o Brasil-RS), em Belo Horizonte, e nesta terça-feira, em Maceió. E voltará a jogar nesta sexta em casa contra o Vitória, no estádio do Mineirão, pela 28.ª rodada.

O treinador acredita que, mais uma vez, o fator psicológico influenciou em campo. Na visão de Felipão, a ânsia de construir as vitórias para se aproximar do grupo que briga pelo acesso faz com que, muitas vezes, os jogadores não tomem as decisões corretas. "Entendo que a maratona de jogos, a vontade de ganhar os três pontos, de estar no grupo que pode chegar, também fazem com que, em determinados momentos, a gente não concatene as jogadas como precisamos concatenar", explicou.

Durante a partida, Felipão manteve no banco de reservas dois jogadores com características de criação. São eles Giovanni, que nem sequer estreou pelo Cruzeiro, e Claudinho. Quando questionado sobre o motivo pelo qual não utilizou os jogadores, o treinador demonstrou certa irritação. "Na minha opinião, tenho outros jogadores em melhores condições", afirmou.

Com o empate diante do CRB, o Cruzeiro perdeu a oportunidade de reduzir para sete pontos a diferença do G-4 da Série B. A equipe mineira estacionou em 11.º lugar com 34 pontos, mas poderá perder uma colocação caso o Brasil-RS vença o Náutico, em duelo marcado para esta quinta-feira, no estádio dos Aflitos, no Recife.

Últimas