Esportes Espectador que causou colisão na Volta da França ainda é procurado

Espectador que causou colisão na Volta da França ainda é procurado

CICLISMO-FRANCA-COLISAO:Espectador que causou colisão na Volta da França ainda é procurado

Reuters - Esportes

Por Julien Pretot

PERROS-GUIREC, França (Reuters) - A polícia francesa afirmou neste domingo que ainda está procurando o espectador que causou uma colisão com Tony Martin e, consequentemente, com boa parte do pelotão de frente da Volta da França na etapa de abertura, em meio a pedidos para que os torcedores se comportem à beira das estradas.

No sábado, Martin caiu quando bateu em um cartaz de papelão segurado por um torcedor que olhava para o outro lado para uma câmera de televisão, criando o caos a 47 quilômetros do fim da etapa.

"A polícia de Landerneau está investigando e ainda não ouvimos nada deles", disse o vice-diretor da Volta da França, Pierre-Yves Thouault, à Reuters, após os organizadores entrarem com um processo contra o espectador não-identificado.

"Vamos continuar repetindo nosso pedido para que os torcedores se comportem, por meio de policiais na beira da estrada e nossas redes sociais", acrescentou Thouault.

A maioria do público é pacífica, mas eu quero ressaltar que, se vocês vieram para ver a Volta da França, não tirem selfies e mantenham suas crianças próximas."

O diretor-esportivo da Israel-Start Up Nation, Rik Verbrugghe, afirmou que, embora os ciclistas gostem do apoio dos torcedores, eles criam um estresse adicional ao pelotão.

“É bom ter esses torcedores à beira da estrada, mas traz um estresse adicional, um perigo adicional”, disse a repórteres.

“Nós também vimos que o primeiro acidente foi causado por um torcedor. Durante a maior parte do tempo, os torcedores fazem com que seja bem perigoso porque eles deixam a estrada mais estreita. Mas é parte do jogo, é isso que torna o ciclismo tão empolgante e tão bonito.”

Martin, um da dúzia de ciclistas a caírem no sábado, pediu que os torcedores sejam mais respeitosos.

“Esta mensagem é para quem acha que a Volta da França é um circo, para quem coloca tudo em risco por uma selfie com um pelotão a 50 quilômetros por hora… por favor, respeitem os ciclistas e a Volta da França”, escreveu o alemão no Instagram.

“Use sua cabeça ou fique em casa!”

Últimas