Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Corintianos questionam carta de políticos enviada a Fiel Torcedor

Texto com promessas de campanha enviadas pelo candidatos Goulart (PSD-SP) e Ernesto Teixeira (Podemos-SP) geraram suspeitas de quebra de dados

Especiais|André Avelar, do R7

Corinthians tem 117 mil torcedores cadastrados em seu programa de sócios
Corinthians tem 117 mil torcedores cadastrados em seu programa de sócios Corinthians tem 117 mil torcedores cadastrados em seu programa de sócios

Uma carta assinada por políticos e enviada a sócios do programa Fiel Torcedor levantou o questionamento: será que o Corinthians cedeu dados cadastrais dos seus torcedores para campanha de deputados? Especialistas ouvidos pelo R7 explicam que a questão é mais complexa, enquanto os envolvidos negam relação com o episódio.

A suspeita começou quando sócios começaram a receber pelos Correios uma carta de promessas de campanha assinada pelos candidatos a deputado federal Goulart (PSD-SP) e estadual Ernesto Teixeira (Podemos-SP). Em contato em grupos de WhatsApp, os torcedores procuraram a relação para receberem a mesma carta. A conclusão foi de que eles fazem parte do programa de sócios.

Carta enviada pelos candidatos
Carta enviada pelos candidatos Carta enviada pelos candidatos

“Foi torcendo pelo Corinthians que eu percebi que poderia ser ainda mais feliz ao lado de bons amigos que escolhi também chamar de família: os Gaviões da Fiel. Tenho muito orgulho de fazer parte desde o começo dessa torcida que canta e encanta nos jogos do nosso timão”, diz a carta dos candidatos, inclusive, com ‘santinhos’ destacáveis.

Eduardo Pimentel, de 30 anos, foi um dos torcedores do Corinthians associado do Fiel Torcedor, que recebeu a carta. Ele contou que, no começo se assustou com o “IMPORTANTE – ELEIÇÕES 2018”, escrito no envelope.

Publicidade

“Até pensei que pudesse estar sendo convocado para ser mesário das eleições, ou qualquer coisa assim, mas aí vi que era uma carta de políticos”, disse Pimentel. “Você é obrigado a fornecer seus dados. Até aí tudo bem porque o clube precisa falar com você, mas a partir do momento que alguém usa isso, falta respeito.”

COSME: O humilde Corinthians elimina o milionário e favorito Flamengo

Publicidade

Segundo o último levantamento do Movimento por um futebol melhor, de agosto deste ano, o Corinthians conta com 117.650 sócios-torcedores. Nem todos receberam a correspondência, no entanto, a enorme base de dados seria um potencial alvo até de empresas especializadas em roubar esse tipo de informação.

O presidente da Comissão de Direito do Consumidor da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil), Marco Antonio Araújo Júnior, lembrou que o Facebook e mesmo a Receita Federal tiveram dados roubados. O advogado explicou também que dados desse tipo são facilmente encontrados no mercado, mas a comprovação pelo vazamento ou comercialização não é nada simples.

Publicidade

LANCELLOTTI: Ficará entre Corinthians e Cruzeiro o título da Copa do Brasil

“Isso pode se dar por uma falta de segurança ou pela venda desses direitos. Mas apesar de indícios de que tenha havido vazamento, é muito difícil fazer esse vínculo da prova pericial. Não é simples e é muito caro”, disse Araújo Júnior. 

Mesma abreviatura

Thaís Cristina Lopes de La Nieta Azevedo, de 28 anos, ou Thaís Cristina L. de La Nieta Azevedo também é sócia-torcedora e recebeu a cartão dos candidatos. A suspeita em seu caso se deu pela escolha do mesmo sobrenome, Lopes, para abreviar.

“A minha desconfiança maior é porque tenho muitos nomes para abreviar. E na carta está do mesmo jeito que aparece no cadastro do Corinthians”, disse Thaís. “Pensei que pudesse ser alguma coisa relacionada ao meu título de eleitora, biometria... Aí percebi os ‘santinhos’ que estão juntos’.

Corinthians e candidatos negam quebra de dados
Corinthians e candidatos negam quebra de dados Corinthians e candidatos negam quebra de dados

Em nota enviada ao R7, o Corinthians afirmou que não tem relação com o episódio e “mantém todos os dados em acordo com os mais rígidos critérios de sigilo”, tampouco soube explicar os motivos para tal questão.

“Até o momento, (o Corinthians) não recebeu nenhum tipo de reclamação de seus sócios-torcedores em relação ao apontado pela reportagem”, completa a nota.

‘Chegar à final é o que o corintiano está acostumado’, diz goleiro Cássio

O “Termo e condições de participação no programa Fiel Torcedor” é claro ao informar que “nenhuma informação será passada a terceiros”. Mais do que isso, “todas as informações prestadas pelo PARTICIPANTE serão mantidas em sigilo pelo CLUBE.”

Para demonstrar como o vazamento de dados é comum nos dias de hoje na internet, um membro de um grupo de hackers propõe um desafio curioso. O rapaz que não se identifica sugere criar uma conta de e-mail e repassar o endereço apenas para uma grande empresa. Segundo ele, “em pouco tempo outras tantas correntes de promoções estarão em sua caixa de entrada”.

Mais explicações

A campanha do candidato a deputado Goulart garantiu que não se utilizou de dados cadastrais de usuários do Fiel Torcedor para enviar as correspondências. Além disso, segundo a campanha, “por consequência do amplo número de corintianos contatados, existe a óbvia possibilidade de alguns serem também cadastrados no Fiel Torcedor”.

“As cartas foram encaminhadas para um mailing resultante da união das listas de cadastro pessoal de cada candidato. Conservamos uma rica história de amizade e contribuição junto ao clube e, como resultado, contamos com muitas conexões”, disse a campanha de Goulart.

A reportagem do R7 também procurou a campanha do candidato Teixeira, mas não obteve contato telefônico ou por e-mail.

O torcedor que se sentir lesado com um possível vazamento de dados de qualquer natureza pode procurar a Fundação Procon-SP em busca de uma atuação coletiva. Mesmo assim, o advogado alertou que não é uma ação simples de ser comprovada.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Cássio Sincerão: goleiro surpreende com verdades em temas polêmicos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.