Esportes Espanha suspende restrições e Real Madrid poderá enfrentar o Liverpool em casa

Espanha suspende restrições e Real Madrid poderá enfrentar o Liverpool em casa

A Espanha relaxou as restrições em relação à entrada de estrangeiros no país e, com isso, vai permitir que o duelo entre Real Madrid e Liverpool, pelas quartas de final da Liga dos Campeões, seja realizado em Madri, no estádio Alfredo di Stéfano. O jogo de ida está marcado para o dia 6 de abril.

O governo espanhol comunicou nesta terça-feira que as restrições para pessoas vindas do Reino Unido, impostas no começo do ano, se encerrarão no dia 30 de março. A medidas mais duras haviam sido implementadas para evitar a disseminação da nova variante britânica da covid-19.

Dessa maneira, o Liverpool pode jogar na Espanha e o Real Madrid está liberado para atuar no Reino Unido sem a necessidade de quarentena na volta. A Uefa deve confirmar em breve que o duelo de ida será realizado no Alfredo di Stéfano, dentro do CT de Valdebebas, enquanto a volta, agendada para o dia 14, ocorrerá em Anfield.

Com as novas regras sanitárias, o Granada também vai poder enfrentar o Manchester United em casa, no estádio Nuevo Los Cármenes, no jogo de ida das quartas de final da Liga Europa, marcado para o dia 8 de abril. A partida de volta, prevista para o dia 15, será disputada no Old Trafford.

Assim como Chelsea e Manchester City, o Liverpool não pôde jogar em seu estádio diante do RB Leipzig, no duelo das oitavas, em virtude das restrições da Alemanha a quem vinha do Reino Unido. Os dois compromissos foram realizados na Puskás Arena, em Budapeste, na Hungria, ambos vencidos por 2 a 0 pelo time de Jürgen Klopp.

Outras equipes inglesas aguardam possíveis atualizações nas políticas sanitárias dos países de seus adversários na Liga dos Campeões para saber onde jogarão as quartas. O Manchester City enfrentará o Borussia Dortmund, e o Chelsea vai encarar o Porto.

Os cidadãos do Reino Unido devem apresentar teste PCR negativo para poder transitar entre os países, conforme esclareceu em coletiva de imprensa a porta-voz do governo espanhol, María Jesús Montero. Por outro lado, a Espanha decidiu prorrogar a restrição à entrada de pessoas vindas da África do Sul e do Brasil a fim de prevenir o contágio pelas cepas originadas nestes países. As restrições vigoram até o dia 13 de abril, mas podem ser prorrogadas mais uma vez.

Últimas