Esportes Em recuperação de lesão no joelho, Luisa Stefani obtém melhor ranking da carreira

Em recuperação de lesão no joelho, Luisa Stefani obtém melhor ranking da carreira

Enquanto se recupera da lesão no joelho direito, sofrida nas semifinais do US Open, e faz o trabalho de fortalecimento antes de passar por cirurgia, Luísa Stefani atingiu nesta semana o melhor ranking de sua carreira. A tenista brasileira ganhou a posição da checa Barbora Strycova, já aposentada do circuito profissional, e com isso assumiu o 12.º lugar na lista de duplas da WTA.

Stefani, de 24 anos, iniciou a temporada na 33.ª posição do ranking de duplas, mas evoluiu bastante ao longo da temporada com o título do WTA 1000 de Montreal, no Canadá, e finais em Abu Dabi (Emirados Árabes Unidos), Adelaide (Austrália), Miami, San Jose e Cincinnati - todos nos Estados Unidos -, além da recente semifinal do Grand Slam em Nova York. Também foi medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 ao lado de Laura Pigossi, mas o torneio olímpico não vale pontos.

Na semana que vem, Stefani vai sofrer um desconto de 460 pontos no ranking e pode perder algumas posições. São 280 do título do WTA de Tashkent (Usbequistão) de 2019 e mais 180 do vice-campeonato de Estrasburgo (França) do ano passado. No entanto, como ela tem outras boas campanhas fora da lista de 11 melhores resultados válidos, o prejuízo não deverá ser tão sentido em termos de classificação.

A segunda melhor brasileira no ranking de duplas é Carolina Meligeni Alves, que ganhou 15 posições e aparece no 165.º lugar. A sobrinha de Fernando Meligeni vive boa fase no circuito da Federação Internacional de Tênis (ITF, na sigla em inglês), com cinco títulos nos últimos sete torneios que disputou. Ela recebeu 85 pontos nesta semana por ter vencido um torneio W25 em Leiria, em Portugal, e atingido as quartas no W60+H de Caldas da Rainha, também em solo português.

Já Laura Pigossi foi ultrapassada por 24 jogadoras porque tinha pontos da semifinal do WTA de Seul (Coreia do Sul) de 2019 a defender. Por isso, aparece agora no 209.º lugar. Pigossi venceu um ITF W25 de duplas em Medellín, na Colômbia, no último domingo e receberá 65 pontos na próxima segunda-feira, o que a ajudará a recuperar posições.

Últimas