Esportes Em Recife, líder Náutico escapa da derrota para Remo com gol impedido no fim

Em Recife, líder Náutico escapa da derrota para Remo com gol impedido no fim

O atacante Paiva, em posição de impedimento, evitou a primeira derrota do líder Náutico ao garantir o empate por 1 a 1 com o Remo aos 42 minutos do segundo tempo. Felipe Gedoz, aos 26 minutos do primeiro tempo, havia aberto o marcador nos Aflitos, em Recife, na noite deste sábado, pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar do segundo tropeço seguido, o Náutico se manteve na liderança com 17 pontos, quatro a mais do que o vice-líder Coritiba, que tem um jogo a menos. O Remo, por outro lado, tropeçou pela quarta vez seguida, e aparece no modesto 15º lugar com sete pontos, a um da zona de rebaixamento.

O jogo no Recife começou com oito minutos de atraso. O goleiro Alex Alves, do Náutico, foi a campo com uma camisa azul no mesmo tom da vestida pelos jogadores do Remo. Nos vestiários, não encontraram outra camisa com os patrocinadores do Náutico. O clube pernambucano precisou pegar uma vermelha e improvisar a numeração com esparadrapo. Só assim a bola pôde rolar.

Quando o juiz apito, o Náutico criou a primeira chance aos 7 minutos, em petardo de Erick, mas Vinícius fez boa defesa. Aos 23 minutos, os donos da casa quase abriram o marcador. Jean Carlos ficou de frente para Vinícius e chutou. A bola bateu no goleiro e foi em direção ao gol, mas Igor Fernandes conseguiu chegar antes e tirar.

A resposta do Remo foi certeira aos 26 minutos. O clube paraense recuperou a bola, Erick Flores deu passe açucarado para Felipe Gedoz, que bateu cruzado, na saída do goleiro Alex Alves. Na sequência, aos 29, o Náutico quase empatou. Jean Carlos bateu falta no ângulo, mas Vinícius foi buscar e defendeu.

O segundo tempo demorou a engrenar. Aos 28 minutos, Kieza aproveitou cruzamento de Giovanny e desviou. A bola passou muito perto do gol. Aos 42 minutos, o Náutico chegou ao empate. Jean Carlos bateu falta na área, Vinícius não afastou e Paiva, em posição de impedimento no início da jogada, empurrou para o gol. Apesar da reclamação remista, o gol

foi validado, uma vez que não há VAR na Série B.

Na oitava rodada, o Náutico visitará o CRB no Rei Pelé, em Maceió, na próxima terça-feira, às 21h30. No mesmo dia e horário, o Remo receberá o Sampaio Corrêa no Baenão, em Belém.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 1 X 1 REMO

NÁUTICO - Alex Alves; Hereda, Camutanga (Yago), Wagner Leonardo e Bryan (Rafinha); Djavan (Marciel), Rhaldney (Paiva) e Jean Carlos; Erick, Kieza e Vinícius (Giovanny). Técnico: Hélio dos Anjos.

REMO - Vinícius; Suéliton, Romércio, Kevem (Paulinho Curuá) e Igor Fernandes; Anderson Uchoa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz (Arthur); Jefferson (Rafinha), Renan Gorne (Edson Cariús) e Erick Flores. Técnico: Paulo Bonamigo.

GOLS - Felipe Gedoz, aos 26 minutos, do primeiro tempo. Paiva, aos 42 minutos, do segundo tempo.

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas Castro (GO).

CARTÕES AMARELOS - Camutanga (NÁUTICO); Vinícius, Edson Cariús (REMO).

RENDA e PÚBLICO - portões fechados.

LOCAL - Aflitos, em Recife (PE).

Últimas