Esportes Dupla mista do Brasil segue na luta por vaga na semi de torneio de tênis de mesa

Dupla mista do Brasil segue na luta por vaga na semi de torneio de tênis de mesa

O Brasil pode classificar uma parceria para a semifinal do torneio de duplas mistas do WTT Star Contender, segunda competição internacional da temporada 2021 do tênis de mesa, em Doha, no Catar. Nesta quinta-feira, Bruna Takahashi e Vitor Ishiy disputam a partida das quartas de final contra os eslovacos Barbora Balazova e Lubomir Pistej.

Será o terceiro jogo da dupla nesta competição. Na fase preliminar, eles eliminaram os egípcios Dina Meshref e Omar Assar. Nas oitavas de final, bateram os húngaros Szandra Pergel e Adam Szudi, que ocupam a 15.ª colocação no ranking mundial. Os adversários desta quinta-feira estão em sexto lugar na lista.

"Não estou pensando no fato de chegar na semifinal, só quero continuar jogando bem. Até aqui, jogamos muito bem e estar nas quartas desse torneio forte é muito bom. Joguei contra o Pistej no individual, na semana passada. Sei que ele tem um jogo diferente e que eles são muito entrosados", explicou Vitor Ishiy.

Os três brasileiros que estavam na disputa no individual deixaram a competição nesta quarta-feira na fase de oitavas de final: Bruna Takahashi, no feminino, e Gustavo Tsuboi e Hugo Calderano, no masculino.

Tsuboi foi para a mesa enfrentar o sul-coreano Jeoung Youngsik, 13.° do ranking mundial, com muita moral após uma grande partida contra o japonês Koki Niwa (17.°) no dia anterior. Venceu bem o primeiro set, permitiu o empate e teve boas chances na terceira parcial, mas acabou superado por 3 sets a 1 (6/11, 11/5, 11/9 e 11/3). Saiu do torneio com a sensação de dever cumprido e deve somar bons pontos no ranking da próxima semana.

"O Tsuboi jogou num alto nível, especialmente com a agressividade no saque. Mostrou que pode competir contra os melhores", analisou o técnico Francisco Arado, o Paco.

A Coreia do Sul estava no caminho dos brasileiros. Pouco depois, Bruna Takahashi, melhor atleta do Brasil no ranking mundial feminino (47.ª), enfrentou a sul-coreana Jeon Jihee, 15.ª do mundo, também com muita confiança após eliminar a romena Bernardette Szocs (25.ª). Perdeu os dois primeiros sets e reagiu na terceira parcial, mas acabou batida por 3 a 1 (11/7, 11/6, 9/11 e 11/5).

"A Bruna fez um jogo muito bom, teve alguns problemas com a recepção devido ao alto nível do saque da adversária, mas mostrou boas coisas, especialmente na disputa de backhand", analisou o técnico.

Por fim, Hugo Calderano, melhor mesa-tenista do país no ranking masculino (7.°), encarou o eslovaco Darko Jorgic, número 31 do mundo. Começou bem, impondo seu jogo e confirmando praticamente todos os serviços, mas oscilou a partir do terceiro set, quando o adversário começou a dificultar sua recepção. Sofreu a virada por 3 a 2 (11/8, 11/6, 10/12, 7/11 e 13/11) e também se despediu do torneio.

Últimas