Esportes Dupla da República Tcheca vence o Aberto da Austrália

Dupla da República Tcheca vence o Aberto da Austrália

Barbora Krejcikova e Katerina Siniakov bateram o time formado pela brasileira Bia Haddad Maia e pela cazaque Anna Danilina

  • Esportes | Do R7

Bia Haddad Maia é a terceira brasileira na história a disputar a final de um Grand Slam do circuito mundial de tênis

Bia Haddad Maia é a terceira brasileira na história a disputar a final de um Grand Slam do circuito mundial de tênis

Reprodução/Instagram

A dupla feminina de tênis da República Tcheca Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova faturou na madrugada deste domingo (horário de Brasília) o Aberto da Austrália. A conquista do primeiro Grand Slam de 2022 veio após a vitória, por 2 sets a 1, sobre o time formado pela brasileira Bia Haddad Maia e pela cazaque Anna Danilina.


Bia é apenas a terceira brasileira a alcançar a fase final de um torneio de Grand Slam do circuito mundial de tênis na história.

As tenistas tchecas chegaram à quarta conquista de Grand Slam jogando juntas. Agora, o título do Aberto da Austrália de 2022 soma-se ao bicampeonato de Roland Garros (2021 e 2018) e ao título de Wimbledon (2018).


A partida
Bia Haddad e Anna Danilina começaram com tudo apesar do calor. Elas venceram o primeiro e mais disputado set após quase uma hora de disputa. A dubla levou a melhor sobre as tchecas ao fazer 1 a 0, com um 7/6.

A cidade de Melbourne estava com o céu encoberto com termômetros na casa dos 30 °C na quadra principal do complexo de Melbourne.

O segundo set começou bem disputado também. Contudo, a dupla número um do circuito profissional de tênis saiu na frente e manteve a disputa administrada até fechar o segundo set por 6 a 4, empatando a partida.

A dupla Bia e Anna completou hoje sua décima partida junta. Foi a única derrota. Formada apena no início deste ano por conta da contusão de outras tenistas, a dupla entre a brasileira e a cazaque chegou a vencer o WTA de Sydney, também na Austrália, no início do mês.

O terceiro e último marcou o domínio das atletas da República Tcheca, que repetiram o placar do set anterior, fazendo 6 a 4 e  encerrando o jogo depois de 2h42 de disputa.


Principal dupla do mundo
As tenistas tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova chegaram à final favoritas ao título do Aberto da Austrália, após o vice-campeonato em 2021.

A dubla da República Tcheca bateu na semifinal do Grand Slam a belga Elise Mertens e a russa Veronika Kudermetova, por 2 sets a 0.

As tchecas chegaram à final para enfrentar Bia e sua companheira, que venceram a outra semifinal da dupla do Japão, formada por Shuko Aoyama e Ena Shibahara, por 2 sets a 1.


As atletas da República Tcheca lideram o ranking de duplas femininas e, por isso, eram a dupla cabeça de chave número um do torneio.

Barbora e Katerina são as atuais campeãs de Roland Garros e campeãs olímpicas, título conquistado em Tóquio. Foi a segunda final consecutiva da dupla da República Tcheca.


Feito histórico

A derrota de Bia Haddad Maia não apaga o feito conquistado por ela. A paulista de 25 anos entrou para o seleto grupo de tenistas brasileiras a alcançar uma final de Grand Slam.

Dupla feminina de tênis formada pela brasileira Bia Haddad Maia e pela cazaque Anna Danilina para o Aberto da Austrália

Dupla feminina de tênis formada pela brasileira Bia Haddad Maia e pela cazaque Anna Danilina para o Aberto da Austrália

Divulgação

Antes dela, a lenda do esporte Maria Esther Bueno chegou ao jogo final e venceu o Aberto dos Estados Unidos, em 1968.

Mais tarde, em 1982, a tenista Claudia Monteiro acabou com o vice-campeonato no Aberto de França, o torneio de Roland Garros.

Ou seja, a última oportunidade em que uma atleta brasileira de disputar a final de uma competição de Grand Slam foi há exatos 40 anos.

Últimas