Esportes Diretor do Corinthians fala sobre possível chegada de Paulinho

Diretor do Corinthians fala sobre possível chegada de Paulinho

Roberto de Andrade sanou ansiedade da Fiel e disse que se o volante vier será apenas a partir do início da próxima temporada

Lance
Em uma live, André Cury cravou que Paulinho vestirá a camisa do Corinthians em 2022

Em uma live, André Cury cravou que Paulinho vestirá a camisa do Corinthians em 2022

Lance! Galerias

O Corinthians deixou a torcida mal acostumada recentemente por conta dos grandes reforços contratados e agora ela quer também o retorno de Paulinho, que deixou o Al Ahli, da Arábia Saudita. O diretor de futebol Roberto de Andrade sanou parte da ansiedade da Fiel, mas já adiantou que se o volante realmente vier, será apenas a partir do início da próxima temporada.

Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (30), o dirigente foi perguntado sobre o interesse do clube em repatriar um dos ídolos alvinegros nos últimos tempos, mas garantiu que ainda não conversou com o atleta e não há nada acertado até o momento, já que ele não poderia jogar pelo Timão em 2021.

"Não conversamos com o Paulinho, porque no campeonato não existe mais inscrição. Se vier a dar certo com ele ou outro jogador, será a partir de janeiro. Podemos conversar com ele, mas não tem nada fechado por enquanto", disse Andrade.

Na última quarta-feira (29), em uma live, o influente empresário André Cury cravou que Paulinho vestirá a camisa do Corinthians em 2022. No entanto, Roberto de Andrade garantiu que não é ele o agente responsável pela negociação pelo volante. Além disso, o diretor de futebol voltou a dizer que não há pressa.

"Primeiro que o André Cury não é nem empresário dele não sei nem por que falou isso, não tem nada a ver com o Paulinho, com o Corinthians, nada, no momento certo vamos conversar com o Paulinho, ele é da casa, tem relacionamento formidável, não faz nem uma semana que o Paulinho chegou ao Brasil, então deixa ele cuidar das coisas dele primeiro pra depois sentar com calma e conversar. Não temos pressa disso, que só vai acontecer em janeiro, deixa as cosias andarem ao natural", concluiu.

Paulinho e Corinthians têm um interesse mútuo em estarem juntos novamente, mas nada oficial foi apresentado e as conversas informais já são em tom de possível volta. Por conta dos fatores indicados por Roberto de Andrade, as tratativas devem ser levadas na "informalidade" até o fim do ano.

'Dança das cadeiras': 12 técnicos já perderam o emprego no Brasileirão

Últimas