Esportes Diretor da LaLiga revela: 'Real Madrid estava preparado para contratar Mbappé'

Diretor da LaLiga revela: 'Real Madrid estava preparado para contratar Mbappé'

José Guerra, diretor geral corporativo da LaLiga, empresa que organiza o Campeonato Espanhol, convocou para esta quarta-feira uma entrevista coletiva na qual explicou os limites salariais dos clubes espanhóis nas duas principais divisões. Um dos destaques de suas declarações foi com relação ao Real Madrid.

O dirigente afirmou que "a gestão financeira que o Real Madrid fez durante a pandemia foi excelente", pelo que poderia mesmo ter concluído a vinda do atacante francês Kylian Mbappé junto ao Paris Saint-Germain sem qualquer tipo de complicação.

"O Real Madrid não teria tido problemas, estavam preparados para inscrevê-lo. Se não utilizar todo o limite esta temporada, poderá utilizá-lo em campanhas futuras para que esses jogadores cheguem", afirmou José Guerra.

"Se somarmos os resultados obtidos em 2019-2020 e 2020-2021, o lucro seria de 1 milhão de euros (R$). Equilibrou gastos e receitas para não ter perdas. Foi uma gestão financeira exemplar com foco em remediar uma situação a curto prazo para ter força a médio e longo prazo", prosseguiu o dirigente da LaLiga.

"Em 2018-2019 e antes, já iam incrementando os fundos próprios de maneira significativa e sem nunca esgotar o limite salarial. Excede notavelmente os números positivos. O Real Madrid nunca tinha usado essa capacidade salarial, mas, agora, está disponível se existirem oportunidades de mercado", completou.

O Real Madrid tentou a contratação de Mbappé na última janela de transferências, durante o mês de agosto, mas não obteve sucesso. O Paris Saint-Germain chegou a recusar três propostas milionárias nos minutos finais da negociação e garantiu a permanência do atacante em Paris.

No entanto, Mbappé já deixou claro que o seu desejo é vestir a camisa do Real Madrid, o que seria para o francês a realização de um sonho. O seu contrato com o Paris Saint-Germain termina em junho de 2022, mas a tendência é que em janeiro ele assine um pré-acordo com os espanhóis, deixando o clube francês ao final desta temporada.

Últimas