Esportes Desgaste físico pesa e irmãs Williams desistem de competir em Cincinnati

Desgaste físico pesa e irmãs Williams desistem de competir em Cincinnati

Principal competição preparatória para o US Open, o Torneio de Cincinnati não terá algumas de suas principais tenistas da casa. As irmãs Serena e Venus Williams e a também americana Sofia Kenin anunciaram suas desistências devido a problemas físicos. A competição tem início na segunda-feira, dia 16.

Estas baixas se somam as do suíço Roger Federer e a do sérvio Novak Djokovic, outros tenistas que enfrentam questões físicas. O espanhol Rafael Nadal já desistiu do Masters 1000 de Toronto, no Canadá, nesta semana, por conta de uma lesão no pé esquerdo. Deve fazer o mesmo quanto a Cincinnati, esvaziando ainda mais o torneio americano.

Serena não entra em quadra desde sua queda precoce em Wimbledon, no fim de junho. A veterana segue sem conseguir emplacar uma boa sequência de torneios e de resultados nesta temporada. Perto de completar 40 anos, no fim de setembro, a americana afirmou que a lesão sofrida na perna direita em Londres ainda não foi totalmente superada.

"Infelizmente, não poderei competir em Cincinnati na próxima semana. Ainda estou me recuperando da lesão sofrida em Wimbledon. Vou sentir falta de todos os meus fãs, de quem sempre sinto falta em todos os verões em Cincinnati. Espero voltar às quadras o quanto antes", disse Serena, dona de dois títulos na cidade.

Venus Williams não deu detalhes sobre os motivos de sua desistência. E Sofia Kenin, campeã do Aberto da Austrália de 2020, disse que precisar se recuperar fisicamente, sem apontar nenhuma lesão específica. "Estou me reabilitando bem para poder competir no US Open, ainda neste mês", declarou.

O grande objetivo dos tenistas neste segundo semestre do ano é o US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, marcado para começar no dia 30. Até agora nenhum dos grandes tenistas do circuito anunciou que ficará fora da competição disputada em Nova York.

Últimas