Esportes Davies, do Bayern de Munique, vira embaixador de agência da ONU para refugiados

Davies, do Bayern de Munique, vira embaixador de agência da ONU para refugiados

Alphonso Davies, lateral-esquerdo do Bayern de Munique, nasceu e foi criado em um campo de refugiados até os cinco anos de idade, em Gana, quando emigrou junto com os pais para o Canadá. Embora não se lembre deste período de sua vida, o jogador quer ajudar quem hoje vive na situação em que ele esteve: se tornou embaixador da Agência da ONU para os refugiados (ACNUR) e pretende usar sua voz para atrair atenção para a causa.

Em entrevista ao jornal americano The New York Times, o lateral-esquerdo contou o que sabe sobre sua história como refugiado, de acordo com as memórias dos pais. "Eles não me explicaram de verdade (como foi o período vivendo no campo de refugiados). Não é algo de que eles falavam muito, eles não queriam falar disso. Foi um período sombrio na história deles. Eles só queriam que nós curtíssemos nossa vida no Canadá, que fôssemos felizes em um lugar seguro, em que pudéssemos ser o que quiséssemos", disse.

"Eles disseram que era como estar em um contêiner do qual você não podia sair, porque não sabia o que aconteceria com você. Era difícil encontrar comida e água. Você não sabia o que vinha por aí no dia seguinte. Minha mãe não sabia como iria me alimentar, cuidar de mim. Ela chorava. Eles estavam passando por dificuldades, por eles mesmos e por mim. Eu não sabia de nada disso até eles fazerem aquela entrevista", comentou, se referindo a um documentário lançado pelo Vancouver Whitecaps, time no qual começou a carreira, em 2017. Foi apenas nesse vídeo que os pais do jogador deram mais detalhes do passado da família.

Consciente de como poderia fazer a diferença, Davies passou a dar mais entrevistas sobre a causa e tentar ser uma inspiração para outros refugiados. "Muita gente entra em contato comigo nas redes sociais para dizer o que aquilo (história pessoal) significa para elas. Eu comecei a dar entrevistas sobre isso e recebi bastante retorno. Isso te desperta. Foi fantástico ver que as pessoas ficaram inspiradas por minha história. Eu queria dizer às pessoas que elas não estão sozinhas, que há pessoas por aí que estiveram na mesma situação", afirmou.

Nomeado embaixador da ACNUR, Davies afirma que pretende usar sua voz e a atenção que recebe como astro de um dos maiores clubes do mundo recebe para ajudar a angariar fundos para a renovação de campos de futebol em campos de refugiados. Além disso, o lateral já participou de outras campanhas da ACNUR: em fevereiro de 2021 ajudou o governo canadense a lançar a ação Juntos pelo Aprendizado, promovendo acesso a educação de qualidade para refugiados no mundo.

Últimas