Esportes Cuquinha vê instabilidade no Atlético após revés: 'Não se ganha jogo só com nome'

Cuquinha vê instabilidade no Atlético após revés: 'Não se ganha jogo só com nome'

Apontado como um dos favoritos ao título do Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro conheceu o seu terceiro tropeço consecutivo ao perder para o Santos, por 2 a 0, na noite deste domingo, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Na vaga do suspenso Cuca, o auxiliar Cuquinha lamentou os desfalques e prometeu correr atrás do prejuízo com os revés nas últimas partidas.

"Pode fazer falta. Disputamos nove e conquistamos um só. Para os nossos objetivos, vamos ter que correr atrás. Vamos ter que buscar pontos fora de casa, dentro de casa, para recuperar o tempo perdido. Vamos fazer de tudo para começar bem na quinta-feira. E a instabilidade do time, não é isso que a gente trabalha, não é isso que a gente treina. Claro que 12 desfalques fazem a diferença, mas não serve como desculpa. É fechar a boca e trabalhar mais".

O auxiliar técnico ainda aproveitou para dar uma alfinetada no elenco. Cuquinha deixou claro que os jogos não são ganhos apenas com nome e mostrou preocupação com o espaçamento 'nítido' de uma linha para outra.

"Isso foi nítido. As linhas ficaram longe uma da outra. Ficou espaçado. A gente treina, a gente chama e conversa. Os jogadores que entraram eram para ganhar os jogos. Mas não ganha jogo só com o nome. Tem que ralar lá dentro. Dar um algo mais, que é o que faltou para a gente".

O Atlético ainda terá mais dor de cabeça para o duelo contra o Atlético-GO, quinta-feira, às 19h, no estádio do Mineirão. O time mineiro não poderá contar com Allan, expulso, e com o lateral Guilherme Arana, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, além dos desfalques já conhecidos.

O Atlético Mineiro terminou a rodada na oitava posição, com dez pontos, quatro atrás do líder Red Bull Bragantino, que entrará em campo nesta segunda-feira, frente ao Atlético-GO.

Últimas