Esportes CSA derrota o Vitória e embola briga pelo G-4 da Série B

CSA derrota o Vitória e embola briga pelo G-4 da Série B

O CSA subiu para a quinta posição da Série B do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Vitória por 3 a 0 na noite desta terça-feira, no estádio Rei Pelé, pela 31ª rodada. O time alagoano entrou de vez na briga pelo G-4, deixando o rival próximo da zona de rebaixamento.

Com o resultado, o CSA chegou aos 48 pontos e embolou a briga pelo G-4, haja vista que o Juventude, quarto colocado, soma 49. O Vitória, por outro lado, tem 36, ainda ameaçado de rebaixamento.

Visando se aproximar novamente do G-4, o CSA não demorou para pressionar o Vitória. A tática deu resultado com o clube alagoano abrindo o marcador logo aos quatro minutos. Rodrigo Pimpão achou Rafael Bilu dentro da área. Com categoria, o atacante dominou no peito e estufou as redes do goleiro Yuri.

O time baiano saiu em busca do empate, mas as melhores chances foram do CSA. Rodrigo Pimpão avançou pela direita e deu passe para Paulo Sérgio. O atacante cabeceou por cima do gol. A resposta veio em tentativa de Dudu de surpreender Thiago Rodrigues. A bola passou rente à trave.

Mas nem tudo foi positivo para o CSA, que perdeu dois jogadores por lesão no primeiro tempo: Rafael Bilu e Diego Renan. No entanto, ainda deu tempo de Rodrigo Pimpão receber na marca do pênalti - o atacante chutou para fora -, e Nadson cobrar escanteio fechado. Yuri saiu socando, mas jogou a bola nas costas de Filemon, que fez o segundo.

No segundo tempo, o CSA continuou melhor e ampliou aos 14 minutos. Nadson recuperou a bola na saída de jogo do Vitória, tirou Maurício Ramos da jogada e mandou sem chance para o goleiro Yuri. O time baiano caiu totalmente de produção e começou a assistir o adversário jogar.

Aos 22 minutos, o CSA quase fez o quarto, mas a tentativa de Paulo Sérgio ficou no travessão. Pelo lado do Vitória, Léo Ceará tentou fazer o gol de honra, mas encontrou Thiago Rodrigues em noite iluminada. O goleiro fez grande defesa para assegurar o triunfo por 3 a 0. Antes do apito final, Rafael Carioca jogou no poste.

Na próxima rodada, o CSA enfrenta o Sampaio Corrêa no sábado, às 16h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). No domingo, às 18h15, o Vitória recebe o Operário no Barradão, em Salvador (BA).

FICHA TÉCNICA:

CSA 3 x 0 VITÓRIA

CSA - Thiago Rodrigues; Norberto (Cleberson), Rodolfo Filemon, Luciano Castán e Diego Renan (Rafinha); Geovane (Yago), Gabriel (Marquinhos) e Nadson; Rafael Bilu (Andrigo), Rodrigo Pimpão e Paulo Sérgio. Técnico: Mozart.

VITÓRIA - Yuri; Léo (Van, depois Maurício Ramos), João Victor, Wallace Reis e Rafael Carioca; Guilherme Rend, Lucas Cândido (Gerson Magrão) e Dudu (Marcelinho); Mateusinho (Ewandro), Léo Ceará e Thiago Lopes. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Rafael Bilu, aos quatro, e Rodolfo Filemon, aos 43 minutos do primeiro tempo. Nadson, aos 14 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Luciano Castán e Marquinhos (CSA); Dudu e Rafael Carioca (Vitória).

ÁRBITRO - Vinícius Gomes do Amaral (RS).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Últimas