Esportes Crespo justifica Benítez no banco em clássico: 'Não estava bem fisicamente'

Crespo justifica Benítez no banco em clássico: 'Não estava bem fisicamente'

Logo após a dura eliminação do São Paulo na Copa Libertadores, o técnico Hernán Crespo justificou a ausência do meia Martín Benítez na partida decisiva contra o Palmeiras, na noite desta terça-feira, no Allianz Parque. De acordo com o treinador, o jogador argentino não apresentava boas condições físicas para entrar em campo.

"Infelizmente, Benítez não estava bem fisicamente. Não estava bem fisicamente há três ou quatro dias. Claramente não falamos, não comunicamos, mas ele não poderia jogar", argumentou o treinador, referindo-se ao jogador considerado um dos principais da equipe nesta temporada.

Crespo também justificou a ausência do lateral-esquerdo Reinaldo entre os titulares. "A comissão técnica acreditava que, tendo o Sara, poderíamos chegar como ala. Tudo aquilo que poderia falar nesse momento, claramente não aconteceu. Estamos muito tristes com essa situação, mas devemos levantar a cabeça e continuar", explicou.

E rebateu a insistência dos jornalistas sobre o lateral que não entrou em campo nesta noite. "Acredito que neste momento que está fora é sempre o melhor em campo, é normal. Respeito as perguntas, é a terceira sobre Reinaldo. Mas acredito que é um grande jogador e expliquei os motivos de ele não ter jogado. Talvez errado, mas depois de uma derrota nada que falar vai diminuir a dor."

Crespo lamentou a queda nas quartas de final da Libertadores e reconheceu a efetividade da estratégia do Palmeiras, que venceu por 3 a 0. "Sabemos que são muito perigosos em contra-ataques. Tivemos oportunidade de fazer o 1 a 1, e eles têm jogadores de qualidade. Tentamos arriscar alguma coisa, tivemos oportunidade de empate, infelizmente não aconteceu, eles aproveitaram as chances que tiveram."

Com a queda na Libertadores, o São Paulo agora vai dividir sua atenção entre a Copa do Brasil e o Brasileirão. Na competição de mata-mata, vai enfrentar o Fortaleza nas quartas de final nos dias 25 de agosto, no Morumbi, e 15 de setembro, na Arena Castelão, na capital cearense.

No Brasileirão, o time comandado pelo argentino Hernán Crespo vive momento de recuperação, tentando se afastar da zona de rebaixamento. O atual 14º colocado vai enfrentar o Sport no domingo, no Recife.

Últimas