Esportes Crespo diz que 'aceitou' calendário brasileiro e promete 'São Paulo melhor'

Crespo diz que 'aceitou' calendário brasileiro e promete 'São Paulo melhor'

O técnico Hernán Crespo, do São Paulo, já aproveitou muitas entrevistas coletivas para reclamar do calendário apertado do futebol brasileiro, mas parece ter se deixado vencer pelo cansaço. Ao tratar do assunto após a derrota por 1 a 0 para o Fortaleza, durante o último sábado, no Morumbi, o argentino disse ter aceitado a situação e afirmou que, agora, apenas trabalha para aprender a lidar com as limitações impostas pela frenética sequência de jogos.

"Vou mudar isso? Não? Eu aceitei? Sim. Estou aprendendo a gestão da situação, porque não é fácil. Estou tentando fazer o melhor possível para ter os atletas em melhores condições para jogar. Posso errar? Sim. Posso errar a escalação? Sim. Mas tenho a honestidade intelectual para tratar de fazer sempre de maneira honesta as coisas e aprender. E viver uma experiência única e extraordinária, que é ser treinador do São Paulo. Eu tenho muito orgulho de ser treinador do São Paulo, e estou trabalhando para construir um São Paulo melhor", comentou.

O São Paulo tem pela frente uma série muito complicada. Depois de enfrentar o Racing na Argentina, pela rodada de volta das oitavas da Copa Libertadores, na terça-feira, o time tricolor joga contra o Flamengo no domingo, no Maracanã. Na sequência, recebe o Vasco no Morumbi para jogar o primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil, antes do clássico com o Palmeiras, pelo Brasileirão, mais uma vez em casa. Segundo Crespo, nenhum campeonato será preterido.

"O São Paulo merece ser competitivo e nós vamos honrar todas as competições, dando o máximo. Onde vamos chegar eu não sei, vamos lutar sempre para chegar o mais longe possível. O tempo dirá. Queremos chegar muito longe na Libertadores, na Copa do Brasil, na Libertadores. Vamos tentar respeitar sempre o são Paulo, com nossas ferramentas, as ferramentas que temos. A gente trabalha para neste presente difícil para construir o futuro que o São Paulo merece", disse o treinador.

Crespo também falou sobre a expectativa de contar com Miranda para o jogo decisivo do meio da semana na Libertadores. O zagueiro está com uma mialgia na panturrilha direita, sem jogar há duas semanas. "Devemos esperar, ainda devemos esperar. Sinceramente, eu quero dizer que sim, que está tudo ok, está tudo perfeito. Cada minuto, cada segundo é muito importante para a recuperação dos jogadores que são muito importantes para o time", afirmou.

Como empatou por 1 a 1 no jogo de ida, no Morumbi, o São Paulo jogará em Avellaneda precisando vencer por qualquer placar ou empatar marcando dois ou mais gols. Caso o jogo termine empatado novamente por 1 a 1, a decisão vai para os pênaltis, enquanto um empate sem gols garante a classificação do Racing.

Últimas