Correção: Xavi doa R$ 5,7 mi para hospital de Barcelona para combater coronavírus

O texto enviado anteriormente contém um erro de digitação no título. Segue a versão corrigida:

Xavi Hernández, ex-jogador do Barcelona e atual técnico do Al-Sadd, do Catar, e Núria Cunillera, sua esposa, doaram um milhão de euros (cerca de R$ 5,7 milhões) para o Hospital Clínica de Barcelona para combater a pandemia do coronavírus. O anúncio foi feito, neste sábado, pela assessoria do hospital.

"Nuria e eu apoiamos a luta contra o coronavírus do Hospital Clínica de Barcelona. Graças às contribuições, o hospital está adquirindo equipamentos para profissionais e pacientes. Inscreva-se em #responsecoronavirus, digite o site do hospital e faça sua contribuição. Vamos ajudar", diz o vídeo de Xavi e sua esposa nas redes sociais.

Xavi se junta a Messi, que em 25 de março também aderiu à campanha iniciada pela clínica. Os dois protagonizaram no Barcelona uma das equipes mais espetaculares da história do futebol.

Nos últimos meses, rumores apontavam Xavi como o futuro técnico do Barcelona. Ele próprio reconheceu recentemente, em uma entrevista, a vontade de dirigir a equipe pela qual atuou de 1997 a 2015, com 830 partidas disputadas.X