Esportes Contra o Remo, Avaí encerra maratona de 3 jogos seguidos na Ressacada em 6 dias

Contra o Remo, Avaí encerra maratona de 3 jogos seguidos na Ressacada em 6 dias

Atrás da meta estabelecida pelo técnico Claudinei Oliveira, o Avaí encerrará contra o Remo nesta quarta-feira, às 19 horas, a maratona de três jogos seguidos em seis dias na Ressacada, em Florianópolis, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Essa partida é da quinta rodada e foi remarcada por conta das fortes chuvas que adiaram o jogo em junho.

"Miramos os nove pontos, mas é aceitável fazer sete. Na Série B é difícil ter uma sequência de vitórias. Não é fácil fazer. Vejam os times que começaram bem, já estão tropeçando", ponderou Claudinei.

O Avaí venceu o Operário por 1 a 0 e empatou com o Brasil-RS por 1 a 1. Agora, precisa vencer o Remo para chegar aos sete pontos e entrar no G4 - zona de acesso. O clube catarinense ocupa a sétima colocação com 22 pontos, a um do quarto colocado. Em caso de vitória, o Avaí poderá assumir até mesmo a vice-liderança. O Remo, por sua vez, foi derrotado pelo Londrina, por 1 a 0, e parou no 13.º lugar com 16 pontos.

O Avaí não poderá contar com o experiente lateral-direito Edílson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Apesar do lateral-esquerdo João Lucas ter entrado na vaga do próprio Edílson nos últimos jogos, Iury deve ficar com a vaga.

No meio de campo o problema é a suspensão de Lourenço, expulso na rodada passada. Wesley Soares e Valdívia disputam posição. Capa, Vinícius Jaú, Alemão e Getúlio seguem fora por lesão.

No Remo, o volante Anderson Uchôa é desfalque certo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Pingo, que entrou na vaga do próprio Uchôa na rodada passada, deve ficar com a vaga.

O técnico Felipe Conceição ainda terá à disposição o meia-atacante Matheus Oliveira. Recém-contratado, ele se juntou à delegação em Florianópolis, uma vez que o Remo não voltou para Belém após atuar em Londrina (PR). Partiu direto para Santa Catarina.

Últimas