Esportes Confiante, João Victor diz que Corinthians vai 'brigar lá em cima' no Brasileirão

Confiante, João Victor diz que Corinthians vai 'brigar lá em cima' no Brasileirão

O jovem João Victor, de 22 anos, forma com o experiente Gil uma das melhores zagas do Brasileirão. Após empréstimos por Inter de Limeira e Atlético-GO, o defensor retornou ao Corinthians e assumiu a titularidade. Embora as atuações e os resultados não venham agradando a torcida, o zagueiro é confiante quanto ao desempenho do time no campeonato e não se importa com as críticas. Segundo ele, é possível brigar entre os líderes.

"Sobre o que o povo fala ou o que os repórteres falam sobre a gente brigar lá embaixo, nós nem levamos em consideração. A gente sabe o tanto que se dedica e trabalha. Vamos brigar lá em cima", prometeu o confiante zagueiro, antes de reforçar. "Depois vocês vão ver onde vamos terminar o campeonato".

O ânimo de João Victor contrasta com o atual desempenho do Corinthians. O time de Sylvinho vem de três empates seguidos e ocupa apenas a 13ª colocação na tabela, com 11 pontos. No momento, está fora, até, da zona de classificação para a Sul-Americana.

Mas há virtudes na equipe. Se a performance ofensiva tem deixado a desejar, a segurança na defesa é algo a ser exaltado. O Corinthians levou apenas sete gols em nove partidas. João Victor e Gil formaram a dupla titular em oito duelos e têm se entendido bem.

"Essa dupla tem dado muito certo, Gil é um cara experiente, que me passa conselhos, que me ajuda na concentração da partida, tenho muito a agradecer. Acho que posso agregar em juventude, em me dedicar, correr numa bola extra, numa saída de bola. Experiência e juventude estão se encaixando bem, espero que a gente siga bem no campeonato", avaliou o jovem jogador.

João Victor vive uma boa fase, mas já falhou em alguns momentos. Ele reconheceu os erros e disse que eles servem de aprendizados. As falhas foram o pênalti que cometeu no empate por 2 a 2 com o São Paulo, no Paulistão, e o vacilo na derrota por 2 a 1 para o líder Red Bull Bragantino, no Brasileirão.

"Não teve nenhuma conversa específica comigo, mas eu sei que errei nos dois lances, tenho autocrítica. A gente nunca entra em campo querendo errar, eu errei, serviu de aprendizado, agora tento estar mais concentrado para não acontecer mais isso. Tenho certeza que não vai", pontuou.

Últimas