Esportes Com pandemia, franquias da NBA receberão R$ 154 mi cada para ajuda nas finanças

Com pandemia, franquias da NBA receberão R$ 154 mi cada para ajuda nas finanças

A pandemia do novo coronavírus está fazendo com que a NBA tome uma medida inédita em sua história. De acordo com um relatório do Sports Business Journal, todas as 30 franquias da liga receberão um auxílio de US$ 30 milhões (aproximadamente R$ 154 milhões) cada para ajudar nas finanças e proteção contra quaisquer problemas financeiros devido ao surto global da covid-19.

O dinheiro é proveniente de US$ 900 milhões (R$ 4,61 bilhões) que a NBA arrecadou com notas emitidas no mercado. Segundo a publicação, esse mercado geralmente inclui seguradoras e investidores institucionais. Ela observou ainda que a solidez financeira da liga lhe permitiu garantir o financiamento e que a NBA está sendo proativa para ajudar as franquias.

Os valores serão repassados para as equipes durante este mês e não há orientação de como cada franquia deve utilizar o dinheiro. Mas eles ajudarão com problemas de fluxo de caixa e liquidez causados por jogar com poucos ou nenhum torcedor no início da temporada, que terá início no próximo dia 22. A NBA obtém cerca de 40% de suas receitas em dias de jogo, incluindo vendas de ingressos, concessões e outras receitas na arena.

Nesta temporada, o número de partidas foi reduzido para 72 jogos por equipe. A fase regular será dividida em duas partes. A primeira começa já nas vésperas do Natal e pausa em março do próximo ano para o All-Star Weekend, marcado para acontecer entre 5 e 10 de março.

Em 11 de março, a segunda parte da temporada regular terá início. O "Play-in", fase de repescagem, está agendado para 18 a 21 de maio. No dia seguinte, os playoffs começarão.

Últimas