Esportes Com modelo de 2018, Mick Schumacher guia carro da Ferrari em teste em Fiorano

Com modelo de 2018, Mick Schumacher guia carro da Ferrari em teste em Fiorano

Com o objetivo de ambientar os pilotos de sua academia, a Ferrari promoveu nesta quarta-feira um teste coletivo na pista particular de Fiorano, na Itália. Por conta do regulamento da Fórmula 1, três deles guiaram um modelo de 2018 e o destaque foi o alemão Mick Schumacher. Os outros dois foram o russo Robert Shwartzman e o inglês Callum Ilott.

Os três pilotos farão participações em treinos livres de sexta-feira na temporada de 2020 por equipes que usam motores Ferrari - casos de Alfa Romeo e Haas.

Filho de Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, Mick, de 21 anos, terá a sua primeira chance de guiar um carro da categoria em uma atividade oficial. Ele participará pela Alfa Romeo da primeira sessão de treinos livres para o GP de Eifel, a próxima etapa da temporada de 2020, no circuito de Nurburgring, na Alemanha, entre os dias 9 e 11 de outubro.

Mick Schumacher é o atual líder da Fórmula 2, a porta de entrada para a F-1, e está bem cotado para ser piloto da própria Alfa Romeo no Mundial de 2021 - até o momento o experiente finlandês Kimi Raikkonen e o italiano Antonio Giovinazzi não acertaram contrato para a próxima temporada.

Rival do alemão na briga pelo título da Fórmula 2, Ilott também participará do primeiro treino livre em Nürburgring, mas por outra equipe, a Haas. Assim como Mick Schumacher, o inglês havia tido seu último contato com um carro de F-1 pela Alfa Romeo.

Por sua vez, Shwartzman jamais havia pilotado um carro de Fórmula 1 na vida. O russo, que ocupa a quinta posição no campeonato da Fórmula 2, pilotará um carro da Haas no primeiro treino livre para o GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, que encerra a temporada de 2020, em dezembro.

Últimas