Colombiano vence 13.ª etapa da Volta da França; Roglic aumenta vantagem na ponta

Em um final liderado pelos especialistas em "sprint", o colombiano Daniel Martínez, da equipe EF, venceu nesta sexta-feira a 13.ª etapa da Volta da França, a mais tradicional prova de ciclismo de estrada do mundo, disputada entre as cidades de Château Guyon e Puy Mary Cantal em um percurso de 191,5 km. O sul-americano completou a prova em 5h01m47s, apenas quatro segundos na frente do alemão Lennard Kanma.

Entre os líderes da classificação geral, o esloveno Primoz Roglic, da Jumbo Visma, conseguiu uma escapada nos dois quilômetros finais e levou apenas o compatriota Tadej Pogacar, da Emirates, junto. Os dois chegaram entre 60 e 90 segundos à frente dos principais rivais. Assim, Roglic mantém a camisa amarela, agora com 44 segundos de frente para Pogacar, o novo segundo colocado.

A disputa nesta sexta-feira não foi boa para o colombiano Egan Bernal, atual campeão da Volta da França, que caiu para o terceiro lugar na geral, agora a 59 segundos do líder. E o sul-americano ainda perdeu a camisa branca de ciclista até 25 anos para Pogacar.

A etapa foi péssima para dois ciclistas franceses que ocupavam o terceiro e quarto lugares na classificação geral. Guillaume Martin, da equipe Cofidis, e Romain Bardet, da Ag2R, chegaram com quase três minutos de atraso e caíram para as posições 12 e 11, respectivamente.

Neste sábado, na 14.ª etapa, a expectativa é grande. A prova entre Clemont-Ferrand e Lyon, com um percurso de 194 km, é de montanha mais suave e final em descida, o que abre possibilidade para fuga, ciclistas especialistas em clássicas e o Top 10 da classificação geral.