Esportes COI anuncia Brisbane, na Austrália, como favorita a ser sede da Olimpíada de 2032

COI anuncia Brisbane, na Austrália, como favorita a ser sede da Olimpíada de 2032

O mundo vive a expectativa pela realização ou não dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) já pensa mais para frente. Na noite de quarta-feira, a entidade anunciou que a cidade de Brisbane, na Austrália, deu um grande passo para ser eleita como sede da Olimpíada de 2032.

De acordo com o COI, Brisbane foi escolhida como parceira preferencial para iniciar conversas para a organização do megaevento esportivo. O alemão Thomas Bach, presidente da entidade, disse que o comitê aprovou uma recomendação da comissão encarregada das futuras sedes olímpicas.

"Esta comissão recomendou ao Comitê Executivo do COI que iniciasse um diálogo direcionado com Brisbane para 2032. O Comitê Executivo aprovou por unanimidade essa recomendação", disse Bach em uma entrevista coletiva virtual.

Várias cidades e países expressaram publicamente interesse nos Jogos Olímpicos de 2032, incluindo Brisbane. Foram os casos de Indonésia, Budapeste (Hungria), China, Doha (Catar) e Vale do Ruhr (Alemanha).

A cidade australiana ganhou pontos por sua alta porcentagem de instalações esportivas, um bom projeto, experiência na organização de grandes eventos e seu clima favorável, entre outros aspectos. O país na Oceania sediou os Jogos Olímpicos pela última vez em Sydney, em 2000.

Em 2019, o novo processo de escolha de cidades organizadoras foi aprovado por unanimidade, com o estabelecimento de duas comissões de Jogos futuros, uma para o evento de verão e outra para o de inverno, que são responsáveis por gerir o interesse e o desenvolvimento de projetos de cidades ou regiões em receber a prova.

A norueguesa Kristin Kloster Aasen, que lidera a comissão de verão, explicou que a candidatura de Brisbane reúne boas condições no que toca ao potencial de desenvolvimento para a região em que se insere, entre outros elogios, como das condições climatéricas favoráveis, mas que continuará o "diálogo continuado" com as outras cidades com que estão em contato.

Ainda não está claro quando a votação de escolha da sede dos Jogos Olímpicos de 2032 ocorrerá. A regra anterior, que a exigia com sete anos de antecedência, também foi descartada. Paris, na França, sediará o evento esportivo de 2024 e Los Angeles, nos Estados Unidos, o de 2028.

Últimas