Esportes Clubes lamentam morte de pai dos goleiros Alisson e Muriel

Clubes lamentam morte de pai dos goleiros Alisson e Muriel

José Agostinho Becker, de 57 anos, foi encontrado morto após desaparecer durante um mergulho numa propriedade da família

  • Esportes | Do R7

Pai de Alisson e Muriel morreu, aos 57 anos; clubes lamentam perda

Pai de Alisson e Muriel morreu, aos 57 anos; clubes lamentam perda

Reprodução/Instagram @alissonbecker

Clubes de todo o Brasil lamentaram a morte de José Agostinho Becker, pai dos goleiros Alisson, do Liverpool, e Muriel, do Fluminense. José foi encontrado morto após desaparecer em uma barragem no município de Lavras do Sul, a 320 km de Porto Alegre.

Leia mais: Fla e Inter na disputa: o que times precisam para título do Brasileiro

O Corpo de Bombeiros da cidade confirmou que o corpo foi encontrado por volta das 22h50 nesta quarta-feira (25) por um amigo e um funcionário da propriedade da família Becker. A Polícia Civil estava no local quando o corpo foi encontrado.

José Agostinho Becker, de 57 anos, se banhava em uma propriedade da família durante a tarde desta quinta-feira, submergiu, mas não voltou a aparecer. A propriedade da família Becker fica em uma localidade chamada de Rincão do Inferno, na zona rural do município.

A família de Alisson e Muriel é radicada em Novo Hamburgo, na região Metropolitana de Porto Alegre. Goleiro no futebol amador, José Agostinho Becker influenciou os filhos a se tornarem goleiros.

Dada a confirmação da notícia, diversos clubes manifestaram apoio à família Becker nas redes sociais. Um dos primeiros a lamentar o ocorrido foi o Internacional, time que revelou Alisson e Muriel para o mundo.

Veja as manifestações dos clubes sobre a morte de José Agostinho Becker:

Últimas