Clubes do interior se impõem sobre os grandes no início do Campeonato Paulista

Praticamente na metade da fase de classificação do Campeonato Paulista, os times do interior e da Grande São Paulo lideram três dos quatro grupos do torneio. Além disso, os dois únicos invictos (Novorizontino e Mirassol) são de fora da capital. Embora possa ser momentâneo, o cenário indica que os grandes poderão encontrar dificuldades para avançar às fases finais. Classificam-se os dois primeiros de cada grupo. Hoje o São Paulo estaria fora, por exemplo.

Os resultados do final de semana foram emblemáticos. A Inter de Limeira venceu o Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo - o time do técnico Tiago Nunes já havia perdido para a Ponte Preta, em Campinas - e o Santo André bateu o São Paulo jogando no ABC.

Com o triunfo, o Santo André se tornou o dono da melhor campanha. Foram quatro vitórias e só uma derrota. Na Copa do Brasil, a equipe venceu o Criciúma por 4 a 1 na estreia. O diretor executivo, Edgard Montemor Filho, explica que um dos segredos da equipe foi ter montado um elenco que já conhecia o trabalho do técnico Paulo Roberto Santos. Com isso, o time ganhou tempo no entrosamento do grupo. "O Paulistão é um torneio curto. É preciso minimizar o tempo de conhecimento entre o grupo e o treinador", afirmou.

Com apenas cinco rodadas disputadas, o time já alcançou o primeiro objetivo. A ideia era chegar aos 12 pontos, número que, nas contas da diretoria, garante a permanência na elite paulista para o ano que vem. A próxima meta é tentar um lugar nas finais para conseguir uma vaga na Série D (quarta divisão) do Campeonato Brasileiro de 2021.

Para Genilson da Rocha Santos, presidente do Novorizontino, um dos dois invictos do torneio, os times do interior estão mais preparados. "Percebo que os clubes do interior foram bastante cuidadosos na montagem e no planejamento do elenco. O torneio é o mais importante do semestre e não permite erros", disse o dirigente.

O outro invicto é o Mirassol. Comandado pelo meia Camilo, que há três anos defendia a seleção brasileira em amistoso contra a Colômbia, o time tem duas vitórias e três empates. Os triunfos, no entanto, foram marcantes: goleada por 6 a 0 no Botafogo-SP, integrante da Série B do Brasileiro, fora de casa, e 2 a 0 no Red Bull Bragantino.

Nesse contexto, o time de Bragança Paulista (SP) perdeu o status de bicho-papão do interior. Com uma vitória, dois empates e duas derrotas, a equipe que retornou à elite do futebol brasileiro este ano ainda não empolgou. Mesmo tendo derrotado o Palmeiras e empatado com o Santos na Vila Belmiro, o time da multinacional somou apenas um ponto contra os outros adversários que encarou até aqui.