Esportes Cidade da Itália dá cidadania a filha de jogador alvo de racismo de torcedores

Cidade da Itália dá cidadania a filha de jogador alvo de racismo de torcedores

O presidente da Câmara da cidade italiana de Crotone, Vincenzo Voce, decidiu conceder a cidadania honorária local para a filha de cinco anos do atacante nigeriano Simy Nwankwo, que foi alvo de insultos racistas na internet após jogos do pai.

"A cidade gosta de vocês e este certificado é um abraço simbólico. Denunciar publicamente estes incidentes é dar o exemplo: temos de expor estas pessoas porque só percebendo a gravidade desses atos é que podemos combater a intolerância, a violência, o racismo", afirmou Voce ao entregar o certificado de cidadania a Simy.

O jogador atua no Crotone, equipe que está na última colocação da primeira divisão italiana. Apesar da má fase do time, Nwankwo havia reagido após um jejum de cinco partidas e marcou seis gols nos últimos quatro jogos. Na temporada, são 13 gols em 29 jogos. O atacante demonstrou agradecimento pela nacionalidade concedida à filha.

"Os últimos cinco anos foram sem dúvida os melhores da minha carreira e tive o privilégio de crescer nesta bela cidade com um povo muito simpático e acolhedor, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos encontramos sempre uma forma de nos tornarmos mais fortes. Ontem foi um dia especial e emocionante para minha família, minha filha foi condecorada como cidadã honorária de Crotone fortalecendo nosso vínculo profundo com a cidade e seu povo, palavras não podem expressar o quão gratos e felizes somos", afirmou Simy.

É importante ressaltar que a Itália concede cidadania automaticamente apenas a quem tem "sangue italiano", não bastando ter nascido no país para ter a nacionalidade.

Últimas