Esportes CEO do Dortmund reafirma vontade de seguir com Haaland, mas pode negociar Sancho

CEO do Dortmund reafirma vontade de seguir com Haaland, mas pode negociar Sancho

Os rumores sobre a venda de Erling Haaland fez Hans-Joachim Watzke, CEO do Borussia Dortmund, se pronunciar nesta terça-feira e dizer que o centroavante norueguês continuará no clube. De acordo com o dirigente, o time tem atualmente duas grandes joias - o próprio Haaland e Jadon Sancho. Esse inclusive pode ser negociado ao final da atual temporada.

Watzke afirmou que não sabe de informações sobre interesse de clubes europeus e garante que Haaland ficará na Alemanha para a próxima temporada. "Não temos um plano paralelo. Discutiremos isso com Erling, seu pai e Mino Raiola. Também queremos que ele fique feliz se ficar conosco para fazer gols para o Borussia no próximo ano com convicção. Não há plano alternativo", disse em entrevista ao canal de streaming DAZN.

O CEO do Borussia Dortmund tem certeza de que o norueguês não deixará o time, mas não garante a permanência de Sancho, jovem de 21 anos que se encontra lesionado no momento. Ele está na equipe desde 2017 e sua saída vem sendo especulada já faz um tempo, especialmente envolvendo o Manchester United.

Watzke afirmou que sua venda é uma possibilidade, mas que o Borussia Dortmund aceitará apenas propostas "excepcionais", o que ele julga difícil tendo em vista o cenário econômico dos clubes com a pandemia da covid-19.

"Não estou me envolvendo com possibilidades, isso não é bom. Jadon Sancho está conosco há muito mais tempo que Haaland, vamos ter que falar com ele também. Se houver uma oferta excepcional, vamos discuti-la como o jogador e seu empresário, como sempre. No entanto, estou muito certo de que o mercado de transferências funcionará de forma muito limitada neste verão", disse o executivo.

Últimas