Casillas desiste de eleição para presidente da Federação Espanhola de Futebol

FUTEBOL-RFEF-CASILLAS-CANDIDATURA:Casillas desiste de eleição para presidente da Federação Espanhola de Futebol

MADRI (Reuters) - O capitão da seleção da Espanha campeã do mundo, Iker Casillas, retirou sua candidatura para o cargo de presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) nesta segunda-feira, dizendo que as eleições ficam em segundo plano nas circunstâncias excepcionais do país.

A desistência de Casillas significa que Luis Rubiales, que assumiu o cargo de Ángel María Villar em maio de 2018, deve ser reeleito sem oposição em agosto, com mandato de quatro anos.

Em comunicado, Casillas disse que a principal razão pela qual reconsiderou sua candidatura foi a "excepcional situação social, econômica e de saúde que nosso país está sofrendo".

A Espanha é um dos países da Europa mais atingidos pela pandemia de Covid-19, com mais de 27.000 mortes e mais de 260.000 casos confirmados.

"Isso faz as eleições ficarem em segundo plano", afirmou Casillas, de 39 anos, no Twitter. "Acho que é hora de adicionar e não dividir, porque o futebol e a sociedade precisam disso".

Casillas, que liderou a Espanha em um sucesso sem precedentes ao vencer a Euro 2008 e 2012 e a Copa do Mundo de 2010, anunciou em fevereiro que concorreria à presidência da RFEF em busca de elevar os padrões da federação nacional.

Ele não fechou a porta a uma futura candidatura presidencial, dizendo que espera fazer parte do próximo processo eleitoral.

(Reportagem de Hardik Vyas em Bengaluru)