Canadense de 20 anos não dá chances a Andy Murray e avança à 3ª rodada do US Open

Com apenas 20 anos, o canadense Felix Auger Aliassime entrou em quadra na sessão noturna de quinta-feira do US Open, Grand Slam disputado em Nova York, para um duelo de gerações contra o escocês Andy Murray. Em uma de suas melhores exibições da carreira, o jovem tenista despachou o ex-número 1 do mundo, hoje com 33 anos, por 3 sets a 0 - com parciais de 6/2, 6/3 e 6/4, em 2 horas e 7 minutos de partida.

O resultado fez Aliassime - algoz do brasileiro Thiago Monteiro na estreia - se classificar pela primeira vez na carreira para a terceira rodada do US Open e igualar o seu melhor resultado em torneios de Grand Slam, que foi na edição do ano passado de Wimbledon.

Agora, o atual 21.º colocado do ranking da ATP espera a definição de seu rival na terceira rodada. Seu próximo adversário em Nova York virá da partida entre o francês Corentin Moutet e o britânico Daniel Evans. Esse jogo foi suspenso por causa da chuva e será retomado nesta sexta-feira. Moutet liderava o placar por 4/6, 6/3 e 6/5.

Campeão do US Open em 2012, Murray encerra a sua participação na edição deste ano dois dias depois de ter conseguido uma vitória heroica na partida de estreia - precisou lutar por 4 horas e 39 minutos para vencer o japonês Yoshihito Nishioka em batalha de cinco sets, depois de ter perdido as duas primeiras parciais.

O tenista britânico já passou por duas cirurgias no quadril e chegou a anunciar a aposentadoria no início do ano passado. Ele conseguiu voltar a jogar e até ganhou um ATP 250 na Bélgica, em Antuérpia. No fim de 2019, sofreu com uma pubalgia que o deixou afastado das quadras por mais sete meses. Depois de disputar algumas exibições em Londres, retornou ao circuito no Masters 1000 de Cincinnati na semana passada e venceu dois jogos, um deles sobre o alemão Alexander Zverev.