Esportes Bronze em Tóquio, Luisa Stefani avança às quartas de final em Montreal

Bronze em Tóquio, Luisa Stefani avança às quartas de final em Montreal

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a tenista Luisa Stefani venceu mais uma no WTA 1000 de Montreal, no Canadá, e avançou às quartas de final, jogando ao lado da local Gabriela Dabrowski. Nesta quinta-feira, elas derrotaram a britânica Tara Moore e da americana Emina Bektas por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/2.

"O jogo hoje foi muito bom. O segundo set foi o nosso melhor até agora. Estávamos bem agressivas, com mais energia, achando a maneira que precisamos jogar com mais agressividade. Quanto mais jogos fizermos, mais vamos melhorar", comentou a brasileira, 22ª do mundo nas duplas.

Stefani vem jogando com Dabrowski, 15ª colocada na WTA, porque sua parceira de costume, a americana Hayley Carter, sofreu uma lesão. A nova dupla tem dado certo. Na semana passada, brasileira e canadense foram vice-campeãs do WTA 500 de San Jose, nos Estados Unidos. Curiosamente, Stefani e Laura Pigossi venceram Dabrowski na estreia em Tóquio, no início da caminhada rumo ao bronze.

Em Montreal, Stefani e a parceira canadense vão enfrentar a boa dupla formada pela belga Elise Mertens e pela belarussa Aryna Sabalenka, cabeças de chave número 1 no torneio canadense, em busca da vaga na semifinal.

"Será uma partida dura contra Sabalenka e Mertens. Perdemos na final de Ostrava no ano passado para elas. Precisamos fazer o nosso jogo e ir com tudo nessas quartas de final", projetou a brasileira, referindo-se à competição disputada na República Checa em outubro de 2020. Na ocasião, ela também formou dupla com Dabrowski, com quem costumava jogar antes de fixar a dupla neste ano.

Stefani vive bom momento no circuito, e não somente pelo bronze olímpico. Nesta semana, alcançou seu melhor ranking, que também significou a melhor posição de uma tenista brasileira na WTA, em simples ou duplas, desde que o ranking foi criado, em 1975. Neste ano, ela já acumula 45 partidas, todas nas duplas, com 29 vitórias e 16 derrotas.

Últimas