Esportes Borja não fica no Junior Barranquilla e Palmeiras terá de buscar outro clube

Borja não fica no Junior Barranquilla e Palmeiras terá de buscar outro clube

O atacante colombiano Miguel Borja usou as suas redes sociais no final da noite de quinta-feira para revelar a informação que não vai permanecer no Junior Barranquilla, da Colômbia, após o fim do empréstimo no final deste mês, e retornará ao Palmeiras. A janela de transferências no Brasil, no entanto, só abre em março e, por isso, o clube não pode utilizá-lo.

A diretoria alviverde vai tentar negociá-lo novamente no começo de 2021. A intenção ainda é recuperar um pouco do investimento para comprá-lo do Atlético Nacional em 2017. Com ajuda da Crefisa, o Palmeiras pagou R$ 35 milhões pelo atacante.

Na postagem que realizou no Instagram, Borja afirmou que o Junior Barranquilla não tem condições financeiras para contratá-lo neste momento. O colombiano também lamenta ter de deixar "o clube de coração" e espera que seja apenas um "até logo".

"Há algumas horas meu representante me comunicou que o Junior não está em condições de comprar meus direitos como jogador, então quero expressar meu agradecimento a toda a torcida, aos meus companheiros, aos jornalistas e a todas as pessoas que me deram apoio e demonstraram amor durante esta linda passagem pela equipe que sou torcedor de coração. Ficaria encantando em continuar representando as cores da minha amada equipe, mas infelizmente não será assim. Espero que não seja um adeus e sim um até logo", escreveu.

Mesmo que o técnico português Abel Ferreira tenha intenção de utilizar o jogador, Borja está impedido de atuar por causa da janela de transferências. Uma exceção seria na Copa Libertadores, que ainda permite inscrições antes da semifinal, mas o Palmeiras teria de pedir uma autorização especial da Fifa para isso.

Últimas