Esportes Bia Ferreira ganha torneio na Bulgária e ratifica condição de favorita em Tóquio

Bia Ferreira ganha torneio na Bulgária e ratifica condição de favorita em Tóquio

A pugilista brasileira Beatriz Ferreira ratificou, neste sábado, a condição de grande favorito ao ouro olímpico nos Jogos de Tóquio ao vencer pela segunda vez o Torneio de Strandja, na Bulgária. Para chegar novamente ao título na categoria 60 quilos, ela venceu a indiana Chopra Shashi, a sueca Agnes Alexiusson, a turca Yildiz Esra, a russa Une Asatrian e a finlandesa Mira Potkonen.

"Estar aqui participando do Strandja é algo muito especial e importante nesse período. Ano passado eu vim, mas não consegui disputar por não ter passado bem e agora eu estou aqui. Agora eu sou campeã, em uma final que eu queria a muito tempo, que era contra a finlandesa, uma adversária que eu tinha duas derrotas, e eu queria muito uma oportunidade de lutar com ela de novo", disse Bia, em suas redes sociais.

"Uma final especial em um torneio que eu gosto bastante, lutei do jeito que eu queria, consegui ganhar, consegui fazer uma excelente luta, estou muito feliz mesmo e confiante de que estou no caminho certo. Vou seguir trabalhando, treinando, evoluindo, porque a minha meta é chegar em Tóquio e trazer a mesma cor de medalha que eu consegui aqui", prosseguiu a brasileira.

"O boxe brasileiro está no caminho certo, acredito que ainda vamos trazer muitas medalhas, e que o boxe vai surpreender nos Jogos Olímpicos! Obrigada a todos que torceram, mandaram mensagem, acompanharam, vocês fizeram uma grande diferença, aos meus patrocinadores e apoiadores, por acreditarem em mim", finalizou.

Apesar dos inúmeros resultados de destaque e de ser a atual campeã mundial na categoria 60 quilos, Beatriz Ferreira vai ter de disputar o torneio pré-olímpico.

Últimas