Esportes Barty bate compatriota e buscará inédita final em Wimbledon contra campeã de 2018

Barty bate compatriota e buscará inédita final em Wimbledon contra campeã de 2018

Ashleigh Barty segue muito bem na sua caminhada para conquistar o primeiro título profissional na grama sagrada de Londres. A número 1 do mundo, que já foi campeã juvenil em Wimbledon, avançou às semifinais do Grand Slam inglês com fácil e imponente vitória sobre a compatriota Ajla Tomljanovic, em apenas 1 hora e 3 minutos. Com 6/1 e 6/3, a australiana de 25 anos se classificou para encarar a campeã de 2018, a alemã Angelique Kerber, por vaga na decisão.

Com a vitória sobre Tomljanovic, Barty garantiu a manutenção da liderança do ranking da WTA que será divulgado na próxima segunda-feira. Ela corria o risco de ser ultrapassada pela belorussa Aryna Sabalenka, número 2 e também garantida nas semifinais em Wimbledon. Os pontos somados nesta terça-feira impedem que haja a mudança.

Barty não tomou conhecimento de Tomljanovic. Perfeita no saque e na disputa na rede, quebrou o serviço da compatriota duas vezes para fechar o primeiro set em 6/1. Na segunda parcial, seguiu sacando muito bem para logo abrir 4 a 2 com uma quebra. Foram cinco aces e 69% dos pontos conquistados com o primeiro serviço. Levou um susto ao ter o serviço quebrado com 4 a 3, mas devolveu na sequência e fechou o jogo com 6/3.

A número 1 eliminou nas oitavas de final a checa Barbora Krejcikova, campeã de Roland Garros. Agora terá pela frente outra dona de título de Grand Slam e que vem brilhando em Wimbledon. Kerber passou às semifinais com vitória arrasadora sobre a checa Karolina Muchova por 2 sets a 0 - parciais de 6/2 e 6/3, após 1 hora e 17 minutos.

A alemã tenta voltar para uma final de Grand Slam justamente após ser campeã em Wimbledon há três temporadas. Antes, já havia conquistado o US Open, em um confronto que parece bem desafiador para Barty.

Na outra semifinal estarão Sabalenka e a checa Karolina Pliskova. A número 2 do mundo avançou ao acabar com o sonho da tunisiana Ons Jabeur, campeã do WTA 250 de Birmingham e que queria fazer história na grama de Wimbledon. Sucumbiu, porém, diante da potente belorussa, que fez 6/4 e 6/3. Já a rival da República Checa se garantiu com duplo 6/2 sobre a suíça Viktorija Golubic.

Últimas