Esportes Barça tenta repetir virada histórica sobre PSG para avançar na Liga dos Campeões

Barça tenta repetir virada histórica sobre PSG para avançar na Liga dos Campeões

Em momento difícil na temporada, o Barcelona sonha com uma nova virada histórica sobre o Paris Saint-Germain para seguir vivo na Liga dos Campeões, às 17 horas (de Brasília) desta quarta-feira. Para reverter a goleada de 4 a 1 sofrida no jogo de ida, em casa, Lionel Messi e companhia querem repetir a surpreendente goleada de 6 a 1 aplicada sobre os franceses há quatro anos, também pelas oitavas de final.

O desafio desta vez é mais complicado. Messi não tem ao seu lado Luis Suárez e Neymar, que se tornou jogador do próprio PSG, mas será novamente desfalque, como aconteceu no jogo de ida. O brasileiro ainda não está totalmente recuperado de uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda sofrida no início de fevereiro.

Sem parceiros de peso ao seu lado, o argentino tem enfrentado dificuldade para liderar a equipe em jogos importantes na temporada. Perdeu do Real e do Atlético de Madrid no Campeonato Espanhol, levou 3 a 0 da Juventus na fase de grupos da Liga dos Campeões, perdeu a final da Supercopa da Espanha para o Athletic Bilbao e sofreu contra rivais de menor expressão na Copa do Rei

A derrota por 4 a 0 para o PSG no jogo de ida apenas comprovou as dificuldades do Barcelona em mata-mata na temporada. Sem criatividade e sem reforços, o técnico Ronald Koeman aposta tudo em Messi. "Se o Leo for capaz de fazer um dos seus melhores jogos, tudo é possível", diz o holandês, que terá o desfalque do zagueiro Gerard Piqué, machucado. Também estão fora Sergi Roberto, Ansu Fati e o brasileiro Philippe Coutinho, lesionados.

Do outro lado, o técnico Mauricio Pochettino minimiza o "fantasma" daquela reviravolta incrível de 2017. Na ocasião, o PSG vencera na ida por 4 a 0, mas não conseguiu sustentar a vantagem no Camp Nou. Agora, o duelo será no Parque dos Príncipes. "Teremos que ter um rendimento tão bom ou melhor do que tivemos no jogo de ida para poder avançar. É uma partida que começa em 0 a 0 e que queremos ganhar", avisa o treinador argentino.

Se não terá Neymar, Pochettino confia em Mbappé, responsável por três dos quatro gols do PSG na ida. Icardi e Verratti reforçam o setor ofensivo, que pode ter ainda Di María ou Sarabia. O zagueiro brasileiro Marquinhos será titular.

Para o PSG, em jogo está a sua busca constante pelo primeiro título da Liga dos Campeões. Seria uma grande decepção caso o time seja eliminado nas oitavas após o vice-campeonato na temporada passada.

Ao Barcelona, a eventual primeira queda da equipe antes das quartas de final desde a temporada 2006/2007 teria consequências dentro e fora de campo. Nos bastidores, o clube tenta se reabilitar de uma crise política, que pode ter sido finalizada com a eleição de Joan Laporta, no domingo.

LIVERPOOL QUER REAGIR NA TEMPORADA - No outro jogo do dia, Liverpool e RB Leipzig buscam a vaga nas quartas em momentos completamente opostos. Se o time inglês vive uma das piores fases de sua história recente, após brilhar nos torneios nacionais e internacionais dos últimos anos, a equipe alemã está em grande momento. Mas no jogo de ida, os ingleses venceram por 2 a 0 e abriram boa vantagem.

Tal placar foi uma exceção para os times, por motivos diferentes. Desde aquele revés, em 16 de fevereiro, o RB Leipzig não perdeu mais. No Campeonato Alemão, são seis vitórias consecutivas - o último tropeço na competição aconteceu em 23 de janeiro. Está a dois pontos do líder Bayern de Munique. A equipe também superou as oitavas e as quartas de final da Copa da Alemanha desde então.

Do outro lado, o Liverpool vem de uma série negativa recente. Pela primeira vez em sua história, o time soma seis derrotas seguidas como mandante. A sequência ruim contrasta com os 68 jogos que ficou sem perder em casa nos últimos anos. Por consequência, o time deixou a liderança para figurar na modesta oitava colocação do Campeonato Inglês, correndo risco de ficar fora da próxima edição da Liga dos Campeões.

O torneio europeu, portanto, se tornou a única esperança de títulos para o Liverpool nesta decepcionante temporada. A boa notícia para os torcedores é que, numa fase sem bons resultados em casa, o time jogará novamente longe do Anfield.

A partida da volta com o RB Leipzig será novamente na Arena Puskàs, em Budapeste, por conta das restrições de viagens ao Reino Unido como medida de prevenção à disseminação do coronavírus na Europa. Na ida, há três semanas, com o time alemão como mandante, o jogo também foi sediado na capital da Hungria.

Últimas