Automobilismo Patrick Tambay, ex-piloto francês de Fórmula 1, morre aos 73 anos

Patrick Tambay, ex-piloto francês de Fórmula 1, morre aos 73 anos

Vencedor de dois grandes prêmios ao longo da carreira, Tambay sofria de mal de Parkinson

AFP
Patrick Tambay também pilotou para a McLaren e Ferrari

Patrick Tambay também pilotou para a McLaren e Ferrari

IROZ GAIZKA/AFP - 21.05.2017

O ex-piloto francês de Fórmula 1 Patrick Tambay faleceu aos 73 anos de idade neste domingo (4). Ele sofria de mal de Parkinson havia muitos anos, informou a família.

Ao longo de sua carreira, Tambay ganhou dois Grandes Prêmios pela Ferrari, em 1982 e 1983. 

Também foi piloto da McLaren e Renault e faturou dois campeonatos Can-Am, em 1977 e 1980.

Nascido em Paris em 25 de junho de 1949, o ex-piloto fez sua estreia na F1 em 1977 pela equipe Theodore, antes de integrar as gigantes McLaren, em 1978, e a Ferrari, quatro anos mais tarde.

Promovido na escuderia italiana após a morte do canadense Gilles Villeneuve, ele se uniu ao compatriota Didier Pironi, que também sofreria um grave acidente algumas semanas depois, durante o treino de classificação para o GP da Alemanha.

Nesse GP, Tambay conquistou a vitória e colocou a Ferrari de volta no topo do pódio. Ele terminou a temporada na sétima posição.

Ele venceu mais um GP um ano depois, em Imola, e terminou a temporada em quarto lugar, mas deixou a equipe italiana no final da temporada para ingressar na Renault, na qual conquistou uma pole position.

Tambay testa seu Renault Elf em 1983 no circuito de Paul Ricard, na França

Tambay testa seu Renault Elf em 1983 no circuito de Paul Ricard, na França

Gerard FOUET/AFP - 15.11.1993

Durante suas duas temporadas na escuderia francesa, não foi além de um discreto 11º lugar no campeonato em 1984 e a 12ª colocação em 1985.

Considerado um "piloto cavalheiro", Tambay participou quatro vezes das 24 Horas de Le Mans: o melhor resultado foi o quarto lugar em 1989, com a Jaguar.

Também disputou o rali Paris-Dakar e ficou duas vezes em terceiro lugar (1988 e 1989).

Últimas