Automobilismo Pai de Ayrton Senna, Milton da Silva morre aos 94 anos

Pai de Ayrton Senna, Milton da Silva morre aos 94 anos

Empresário de sucesso faleceu de causas naturais. Ele foi responsável pelo início da carreira do filho no automobilismo

  • Automobilismo | Do R7

Milton da Silva acompanhou de perto a carreira de Ayrton Senna nas pistas

Milton da Silva acompanhou de perto a carreira de Ayrton Senna nas pistas

Reprodução/Facebook/@ayrtonsenna

O pai de Ayrton Senna, Milton da Silva, morreu nesta quarta-feira (27). De acordo com a assessoria de imprensa que leva o nome do tricampeão mundial de Fórmula 1, Miltão, como era carinhosamente chamado, morreu pela manhã, de causas naturais, aos 94 anos.

Miltão também era pai de Viviane e Leonardo, ambos (assim como Ayrton) frutos de seu casamento com Neyde Joana Senna, hoje com 85 anos. Ele e Neyde são avós da empresária Bianca e do piloto Bruno Senna.

Reprodução/Instagram/@oficialayrtonsenna

"Faleceu nesta quarta-feira o Sr. Milton Guirado Theodoro da Silva, pai de Ayrton Senna. Nossos sentimentos para todos os familiares e amigos. Obrigado, 'Miltão'", escreveu a página oficial do tricampeão de F-1.

Miltão construiu a fortuna pessoal no ramo de compra e venda de automóveis, bem como em investimentos na construção civil. Ele foi fundamental nos passos do filho na carreira de piloto até a disputa dos principais campeonatos na Europa, no início da década de 1980.

Depois do trágico acidente em maio de 1994, que tirou a vida de Ayrton, Miltão se tornou ainda mais recluso, evitando a todo custo a exposição pessoal. Amigos próximos da família diziam que ele raramente assistia às corridas e visitava pouco o instituto com o nome do filho, em São Paulo.

Com detalhes em ouro, artista recria capacetes de Senna na F-1

Últimas