Na F-1 desde 1972, GP do Brasil viu nove vitórias de seus pilotos

Fittipaldi, Pace, Piquet, Senna e Massa subiram no lugar mais alto do pódio em provas alternada em Interlagos, em São Paulo, e em Jacarepaguá, no Rio

Com duas vitórias, Ayrton Senna fez história no GP do Brasil

Com duas vitórias, Ayrton Senna fez história no GP do Brasil

Edu Garcia/Estadão Conteúdo - 28/3/1993

A história do GP do Brasil com a Fórmula 1, interrompida nesta sexta-feira (24) com o cancelamento da prova por conta da pandemia do novo coronavírus, começa em uma outra era da principal categoria do automobilismo. De 1972 para cá, a torcida brasileira viu nove vitórias de seus pilotos, em dois dos mais lendários circuitos da categoria, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

A prova inaugural do GP do Brasil foi uma corrida extraoficial. Ou seja, não fazia parte do calendário, o que era comum no anos de 1970. O argentino Carlos Reutemann (Brabham) levou a melhor no autódromo de Interlagos, justamente no ano em que Emerson Fittipaldi (Lotus) comemorou o primeiro dos oito títulos mundiais para o país.

Se um argentino levou a primeira vitória, nos três anos seguintes a festa verde-amarela foi mais completa. Fittipaldi (de novo de Lotus e depois de McLaren) e José Carlos Pace (Brabham) foram ao lugar mais alto do pódio de 1973 a 1975 — em 1974, Fittipaldi foi bicampeão da categoria. Já 1978, como parte das obras de modernização do autódromo paulista e o prenúncio do que seria um revezamento entre as cidades, o GP foi levado para o Rio.

No extinto autódromo de Jacarepaguá, Reutemann (já de Ferrari) venceu a prova de abertura. Nos dois anos seguintes, a corrida voltou para São Paulo e logo foi ao Rio novamente. Ininterruptamente de 1981 a 1989, algumas das melhores disputas da F-1 naquele tempo aconteceram no Rio, que também serviu como palco dos testes de pré temporada ao longo da romântica década de 1980, onde os mecânicos chegavam a trabalhar sem camisa devida ao forte calor do verão carioca.

Em Jacarepaguá, Nelson Piquet conseguiu duas vitórias para o país, em 1983, ano do seu segundo título (Brabham), e em 1986 (Williams) e marcou época em disputas emocionantes com Alain Prost e o próprio Ayrton Senna.

Senna viria a vencer no GP do Brasil apenas nesta passagem mais recente da prova pela capital paulista. De infinita familiaridade com o circuito, sempre de McLaren, o tricampeão mundial teve muito trabalho para vencer nos anos de 1991, temporada em que conquistou o tricampeonato, e em 1993.

Na fase mais recente da prova brasileira, Felipe Massa levou a melhor em 2006 e 2008, quando chegou a ser campeão com a Ferrari por alguns segundos, mas foi superado na classificação geral pelo inglês Lewis Hamilton.

Confira as vitórias brasileiras em GPs do Brasil:

2008 - Felipe Massa - Ferrari - Interlagos
2006 - Felipe Massa - Ferrari - Interlagos
1993 - Ayrton Senna - McLaren - Interlagos
1991 - Ayrton Senna - McLaren - Interlagos
1986 - Nelson Piquet - Williams - Jacarepaguá
1983 - Nelson Piquet - Brabham - Jacarepaguá
1975 - José Carlos Pace - Brabham - Interlagos
1974 - Emerson Fittipaldi - McLaren - Interlagos

1973 - Emerson Fittipaldi - Lotus - Interlagos

Estado de saúde piora e Zanardi é transferido para UTI em Milão