Automobilismo Fernando Alonso será piloto da Aston Martin em 2023

Fernando Alonso será piloto da Aston Martin em 2023

Espanhol bicampeão do mundo ocupará  a vaga de Sebastian Vettel, que anunciou sua aposentadoria

  • Automobilismo | Do R7, com AFP

Alonso durante coletiva na Hungria, neste fim de semana, onde correu pela Alpine

Alonso durante coletiva na Hungria, neste fim de semana, onde correu pela Alpine

Justin Tallis/AFP - 30.06.2022

O espanhol Fernando Alonso, bicampeão mundial de Fórmula 1 em 2005 e 2006, trocará a escuderia Alpine pela Aston Martin em 2023, anunciou a equipe britânica.

Alonso, que completou 41 anos na sexta-feira (29), substituirá o alemão Sebastian Vettel, tetracampeão mundial, que anunciou na quinta-feira (28) passada sua aposentadoria da F1 ao final da temporada 2022.

"Toda a empresa está muito empolgada em trazer a incrível experiência de Fernando e seu brilhante ritmo e habilidade de corrida para a equipe”, afirmou a Aston Martin em um comunicado.

“A contratação de um talento especial como Fernando é uma declaração clara de intenção de uma organização que se comprometeu a desenvolver uma equipe vencedora de Fórmula 1".

Alonso disse que a Aston Martin, que pertence ao empresário bilionário canadense Lawrence Stroll (cujo filho Lance é o outro piloto da equipe), "está claramente aplicando a energia e o compromisso para vencer" e é "uma das equipes mais empolgantes da Fórmula 1 hoje".

Bicampeão

Alonso é um dos pilotos mais experientes da Fórmula 1 na atualidade. Bicampeão mundial, deixou a categoria  no final de 2018, quando corria pela McLaren e já não conseguia mais conquistar bons resultados. Em 2020, o espanhol anunciou seu retorno à F1, quando foi contratado pela Renault, equipe pela qual ganhou seus dois mundiais (2005 e 2006), para disputar o campeonato de 2021. Devido a uma reestruturação interna, a escuderia passou a se chamar Alpine no ano passado.

Neste seu retorno, Alonso não venceu ainda nenhuma corrida, até porque a Alpine não tem carros que permitam que isso aconteça, mas o piloto vem conseguindo alguns resultados interessantes, quase sempre terminando as provas entre os dez primeiros colocados.

A Aston Martin, por sua vez, é uma  equipe que tem feito um grande investimento para entrar para o grupo dos grandes times da Fórmula 1, mas tem mostrado muita inconstância nesta temporada.

Alonso, em sua nova equipe, terá o canadense Lance Stroll, como companheiro de box.

Troca de pilotos anima brasileiros por vaga na Fórmula 1

Últimas