Automobilismo Companheiro de Senna na Lotus, Johnny Dumfries morre aos 62 anos

Companheiro de Senna na Lotus, Johnny Dumfries morre aos 62 anos

Piloto britânico ficou famoso ao vencer as 24 Horas de Le Mans. Sua melhor posição na Fórmula 1 foi um 5º lugar

  • Automobilismo | Da EFE

Johnny Dumfries e Ayrton Senna nos tempos de Lotus

Johnny Dumfries e Ayrton Senna nos tempos de Lotus

Reprodução

O piloto britânico Johnny Dumfries, que foi companheiro de equipe de Ayrton Senna na Lotus em 1986 e venceu as 24 Horas de Le Mans em 1988, faleceu aos 62 anos, informou nesta segunda-feira (22) o portal da Fórmula 1.

Dumfries, cujo nome verdadeiro era John Colum Crichton-Stuart, ganhou alguma repercussão no Brasil após as notícias de que Senna supostamente o teria escolhido para ser o segundo piloto da Lotus em vez da perspectiva de ter um colega mais competitivo como o também britânico Derek Warwick.

O melhor resultado de Dumfries na F-1 foi um quinto lugar no Grande Prêmio da Hungria de 86. Ele também conseguiu um sexto lugar no Grande Prêmio da Austrália. Na época, apenas os seis primeiros pontuavam no Mundial de pilotos.

Dois anos depois de sua única temporada na principal categoria do automobilismo mundial, Dumfries aumentou sua reputação ao ganhar as 24 Horas de Le Mans de 1988 dividindo o cockpit de um Jaguar XJR-9LM com Jan Lammers e Andy Wallace.

Em comunicado no qual confirmou o falecimento após uma doença não revelada, a família de Dumfries disse que "o espírito indomável e a energia que Johnny trouxe a sua vida farão muita falta, assim como o imenso calor e amor com o qual ele abraçou sua família."

No meio da pandemia: Ronaldinho comemora 41 anos em festão

Últimas