Esportes Atlético-MG quer iniciar bem série de jogos com o Bahia para seguir caça ao líder

Atlético-MG quer iniciar bem série de jogos com o Bahia para seguir caça ao líder

Vivendo grande momento na temporada, o Atlético-MG terá uma maratona contra o Bahia pela frente. Serão três jogos entre as equipes nos próximos 10 dias. O primeiro ato acontece neste domingo, às 11 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. E a ideia do técnico Cuca é engatar a sexta vitória seguida na competição para seguir a caça ao líder Palmeiras.

Nos próximos dois meios de semana os embates serão pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo com mata-mata pela frente, Cuca deve manter a escalação que atuou diante do Boca Juniors, na Copa Libertadores. Não pensa em poupar, pois quer erguer taças e, ao mesmo tempo, não deixar o Palmeiras disparar.

Ainda sem Keno e Jair, machucados, o treinador acredita na força ofensiva com Savarino, Zaracho e Hulk para espantar fantasmas. A última vez que jogou às 11 horas em Belo Horizonte, o Atlético-MG levou virada do Fortaleza. Um time tricolor como o Bahia, com mesmas cores e vindo do Nordeste. Não para por aí. A equipe não vem dando sorte quando encara os baianos, já com quatro duelos de jejum de vitórias.

No ano passado, no qual era um dos candidatos ao título nacional, foram cinco pontos desperdiçados diante do adversário deste domingo. Empate por 1 a 1 em casa e virada em Salvador, para 3 a 1. O Atlético-MG terminou três pontos atrás do campeão Flamengo. O Bahia, portanto, foi um dos algozes da perda da taça.

O Atlético-MG vem há sete jogos sem derrotas e não espera apenas manter a invencibilidade, como quer um triunfo a todo custo. Recém integrado ao grupo, o zagueiro Nathan Silva deve mais uma vez levar a melhor sobre o experiente Réver. E comemora ter se ambientado rapidamente. "O grupo me recebeu muito bem e isso faz total diferença. Sigo trabalhando para evoluir junto com a equipe e ajudar a conquistar nossos objetivos", afirmou o defensor, muito bem diante dos argentinos.

Apesar da sequência positiva, o Atlético-MG sofreu mais do que o esperado nos últimos embates. Buscou a virada sobre o Corinthians após ver os paulistas perderem gol feito e necessitaram dos pênaltis contra o Boca Juniors. Cuca quer sufocar desde o começo para sair na frente e ter tranquilidade em campo.

BAHIA - As duas derrotas seguidas fizeram o Bahia entrar em ebulição. Para diminuir essa pressão, o time vai em busca da reabilitação neste domingo contra o Atlético-MG. A goleada sofrida para o Flamengo por 5 a 0, no último final de semana, em Salvador, fez o clima ficar tenso. Na última quinta-feira, membros de uma torcida organizada foram ao CT Evaristo de Macedo protestar contra elenco e a diretoria.

Não bastasse isso, o Bahia se distanciou dos líderes e agora aparece no meio da tabela. Com 17 pontos, não quer perder de vista a zona de classificação para a Copa Libertadores.

Ainda sem poder contar com o meia Lucas Mugni e o atacante Hugo Rodallega, que foram contratados recentemente e só poderão estrear a partir de agosto, quando abre a janela de transferências internacionais, o técnico Dado Cavalcanti comandou o último treino em Salvador na sexta-feira.

Existe a possibilidade de Dado Cavalcanti realizar mudanças por conta do rendimento ruim diante do Flamengo. A boa notícia para o treinador é a volta do volante Jonas, que cumpriu suspensão automática na última rodada.

Últimas