Esportes Athletico-PR contrata Dedé e presidente diz que clube será 'o maior da América'

Athletico-PR contrata Dedé e presidente diz que clube será 'o maior da América'

Campeão da Copa Sul-Americana, mas com um começo de temporada nada animador após queda na semifinal do Paranaense e o vice da Recopa, o Athletico-PR continua se reforçando e, um dia após anunciar o atacante Canobbio, do Peñarol, oficializou a contratação do experiente zagueiro Dedé. Mas a chegada do zagueiro ficou em segundo plano. Sempre polêmico, o presidente Mário Celso Petraglia revelou que o clube pode se tornar SAF e, em sua visão, se tornará o maior do continente. Ainda criticou os valores da venda do Botafogo.

"O Athletico está muito próximo de se tornar o maior clube das Américas. Me cobrem. Se abrirmos o nosso capital e trouxermos o valor que o Athletico vale hoje, seremos maiores que River (Plate), Boca (Juniors) e Flamengo", garantiu Petraglia, em entrevista à rádio Transamérica de Curitiba.

O dirigente ainda detonou o valor negociado pelo Botafogo e garantiu que o Athetico será por muito mais. "Pelos valores que falam do Botafogo, foi vendido por valor de jogador. R$ 400 milhões em 5 anos, o Athletico vende isso em jogador. Não sei o tamanho do buraco, mas o Athletico não tem buraco", disparou. E garantiu que "todos querem" o clube paranaense.

"Fomos procurados por vários investidores, vários bancos. Nós somos a noiva mais cobiçada do Brasil, fomos procurados pelos maiores bancos mundiais. Agora, como que eu vou negociar uma coisa que eu não sei quanto vale? Nós estamos fundamentando o futebol brasileiro na avaliação dos seus valores em cima da idade média."

Mesmo sem fechar com um investidor, o clube continua se reforçando para o Brasileirão e a Copa Libertadores. E nesta quinta-feira, Dedé, de 33 anos, assinou até o fim da temporada após passagem frustrante pela Ponte Preta e apenas dois jogos disputados.

"Sonho em voltar a realizar meu futebol em alto rendimento. Voltar a desempenhar meu futebol que todos conhecem. E procurava por um lugar como o Athletico Paranaense, que pudesse me oferecer uma estrutura para que eu tivesse condições para isso", enfatizou o zagueiro.

Dedé disse que esta é a chance da carreira. "Tenho muita fé na vida, nas coisas positivas. Anos atrás, eu estava deitado em uma maca para ser submetido a um tipo de cirurgia que o futebol nunca havia visto. Fiquei inclusive por muito tempo sem andar direito. Mas agora estou aqui", lembrou. "Considero esta oportunidade no Athletico Paranaense como a chance da minha vida. E com certeza, vou trabalhar para dar muita alegria ao clube e ao torcedor pela confiança em mim."

Últimas