Esportes Arthur pode ganhar vaga no meio-campo do Brasil contra Uruguai

Arthur pode ganhar vaga no meio-campo do Brasil contra Uruguai

FUTEBOL-SELECAO-TITE:Arthur pode ganhar vaga no meio-campo do Brasil contra Uruguai

Reuters - Esportes

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A seleção brasileira tem uma dúvida no meio-campo para o clássico com o Uruguai pelas eliminatórias, segundo o técnico Tite, que espera que o Brasil seja mais exigido defensivamente do que foi na vitória por 1 x 0 contra a Venezuela, mas também acredita em mais espaços para o time jogar.

O volante Allan, do Everton, tem problemas clínicos e pode dar vaga a Arthur, da Juventus, no jogo a ser disputado em Montevidéu na terça-feira.

“Já fizemos os trabalhos com os atletas também, não estamos esperando para definir ou organizar. O Arthur já trabalhou nesses dias com essa possibilidade real”, disse Tite a jornalistas nesta segunda-feira.

O treinador brasileiro revelou ainda que manterá o goleiro Éderson, do Manchester City, como titular, acirrando ainda mais a disputa contra Alisson, do Liverpool.

"O Éderson está confirmado. Estamos com dúvida a respeito do Allan. O Allan teve um problema clínico”, disse.

Brasil e Uruguai se enfrentam nessa terça feira no Uruguai e as duas seleções vêm de vitórias. Os uruguaios ganharam da Colômbia fora de casa, enquanto o Brasil suou em casa para vencer a retranca da Venezuela

Sem Neymar, lesionado, e com vários desfalques por contusões e até um caso de Covid-19 (Gabriel Menino), o jogo com a Venezuela mostrou um time brasileiro monótono, apesar do adversário frágil. Tite espera um jogo mais difícil contra o Uruguai.

“Nós vamos ser mais exigidos defensivamente do que fomos contra a Venezuela. Paralelamente, a isso nós vamos ter mais espaços para criações ofensivas. É um jogo que se caracteriza com estratégias, formas e ideias de futebol diferente de um jogo para o jogo. Essa é a preparação que a gente procurou fazer", avaliou o treinador brasileiro.

Tite fez ainda reverência e elogios ao veterano técnico uruguaio, Óscar Tabárez.

“Falar do Óscar a gente fala de um profissional que a gente tem que reverenciar e respeitar. É muito difícil um profissional com toda essa longevidade, com todo esse respeito que ele emana”, disse.

“O Tabárez tem uma base moral, uma respeitabilidade muito grande. É muito fácil medir isso. É ver o respeito com que vocês falam dele, é ver, principalmente, os atletas que trabalharam com ele falar dele", complementou.

O Brasil deve jogar com a seguinte escalação: Éderson, Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi; Allan (Arthur), Douglas Luiz e Éverton Ribeiro; Firmino, Richarlisson e Gabriel Jesus.

Últimas