Esportes Após tropeço, Alisson pede calma e garante que Grêmio sairá das últimas posições

Após tropeço, Alisson pede calma e garante que Grêmio sairá das últimas posições

O empate por 1 a 1 com o América-MG, neste sábado, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, foi frustrante para o Grêmio. O time gaúcho segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com apenas sete pontos, e não vencer um concorrente direto na parte debaixo da tabela de classificação não era o que o técnico Luiz Felipe Scolari esperava.

O Grêmio ainda não venceu em casa no Brasileirão e somou sete jogos consecutivos sem vencer em Porto Alegre. A situação é pior ainda mais depois da eliminação no meio da semana para a LDU, em casa, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O volante Alisson logo após a partida admitiu o momento delicado do clube, mas garantiu que o Grêmio vai sair desta situação. "Temos um grupo muito forte, estamos unidos e vamos dar a volta por cima para colocar o Grêmio onde ele merece estar. É continuar trabalhando para que a gente saia logo dessa situação tão delicada", explicou.

Para o jogador, o time teve boa atuação. "Faltou fazer os gols. Hoje (sábado) foi uma das melhores partidas nossas, principalmente no primeiro tempo. Tivemos grandes chances, mas não conseguimos concluir em gol", disse.

O Grêmio dá um tempo agora na disputa do Brasileirão e volta a suas atenções para a Copa do Brasil. O time gaúcho vai a Salvador enfrentar o Vitória, nesta terça-feira, às 21h30, pela partida de ida das oitavas de final.

Para esta partida, o atacante Diego Souza deve ser o desfalque. Ele deixou o time ainda no primeiro tempo, logo aos quatro minutos de jogo, por causa de uma contusão muscular.

Últimas