Esportes Após trocarem socos, dois jogadores do Guarani pegam quatro jogos de suspensão

Após trocarem socos, dois jogadores do Guarani pegam quatro jogos de suspensão

Depois do clima esquentar no final do jogo contra o Novorizontino, mesmo com a vitória por 2 a 1, ainda pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista, com a troca de socos entre o lateral-esquerdo Bidu e o volante Rodrigo Andrade, que tirou os dois jogadores do dérbi contra a Ponte Preta no jogo seguinte, o Guarani ainda sofre com as consequências desse ato.

Isso porque a dupla foi julgada pela 2.ª Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP), na terça-feira, e pegou uma pena de quatro jogos de suspensão cada - sendo que um deles já foi cumprido por conta dos cartões vermelhos.

Esse gancho, porém, só é válido para competições organizadas pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e não irá complicar a equipe no começo da Série B do Campeonato Brasileiro. Bidu e Rodrigo Andrade, assim, poderão estar em campo contra o Vitória, no próximo dia 28, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP), na estreia pela segunda divisão nacional.

Os dois "brigões" do Guarani foram enquadrados no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de "praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente", que tem pena prevista de quatro a 12 jogos.

Vale lembrar que alguns dias depois de "saírem na mão", os dois já se desculparam publicamente, se abraçaram e foram multados pelo Guarani com doações de cestas básicas para famílias carentes da cidade de Campinas.

Últimas