Esportes Após nomear Kobe e Duncan, Hall da Fama do Basquete anuncia novos homenageados

Após nomear Kobe e Duncan, Hall da Fama do Basquete anuncia novos homenageados

Um dia após eternizar os nomes de Kobe Bryant, Tim Duncan e Kevin Garnett, o Hall da Fame do Basquete anunciou os novos prestigiados com a nomeação dentre os maiores jogadores da modalidade de todos os tempos. Dentre os selecionados estão Paul Pierce, Chris Bosh, Chris Webber e Ben Wallace. Eles irão compor a "classe de 2021", já que a cerimônia dos nomeados de 2020 foi adiada devido à pandemia de covid-19.

Pierce, que foi companheiro e amigo de longa data de Garnett no Boston Celtics, foi campeão da NBA em 2008. Bosh, ao lado de LeBron James e Dwyane Wade levantou o troféu da liga duas vezes pelo Miami Heat, além de estar entre os melhores jogadores da entidade em 11 temporadas. Webber foi eleito All-Star em cinco oportunidades e Wallace foi o nomeado melhor defensor por quatro vezes. A cerimônia ocorrerá no dia 11 de setembro.

Um fato curioso é que Chris Webber finalmente será eternizado com a honraria após cinco anos frustrados. Paul Pierce e Kevin Garnett, por outro lado, foram eternizados com a nomeação em suas primeiras aparições para os elegíveis. Os outros membros da "classe de 2021" são: Rick Adelman, Jay Wright, Bill Russell, Yolanda Griffith, Lauren Jackson, Bob Dandridge, Toni Kukoc, Pearl Moore, Clarence Jenkins, Val Ackerman, Cotton Fitzsimmons e Howard Garfinkel.

Em 2008, Pierce contou com a ajuda de Garnett e de Ray Allen para conquistar sua único anel de campeão. Ele foi eleito o MVP das finais da mesma oportunidade. Ao todo, o ex-jogador soma dez aparições em All-Star Games e 26 mil pontos marcados ao longo de 19 temporadas defendendo os Celtics, o Brooklyn Nets, o Washington Wizards e o Los Angeles Clippers.

Chris Bosh, que foi calouro do Toronto Raptors em 2003, passou sete temporadas na franquia do Canadá até se juntar ao Miami Heat de Wade e LeBron. Foram quatro finais da NBA seguidas, somando dois títulos. Ele também esteve na seleção dos Estados Unidos na conquista da medalha de ouro na Olimpíada de 2008, em Pequim. Sua carreira foi abreviada e o ex-ala-pivô teve de se aposentar devido a problemas de saúde.

Últimas