Esportes Após derrota em casa, vândalos atacam e quebram vidro de ônibus da Ponte Preta

Após derrota em casa, vândalos atacam e quebram vidro de ônibus da Ponte Preta

Se os jogadores decepcionaram dentro de campo na derrota para a Inter de Limeira por 1 a 0, na segunda-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pelo Campeonato Paulista, alguns torcedores protagonizaram cenas lamentáveis após a partida. O ônibus com jogadores e membros da comissão técnica acabou sendo cercado por membros de torcidas organizadas indignados com o tropeço em casa. Alguns deles estavam com pedaços de pau na mão e outros acabaram jogando pedras.

O vidro de uma das janelas acabou sendo quebrado e os estilhaços acertaram o meia Vini Locatelli, que entrou no decorrer do segundo tempo. Os jogadores, inclusive, postaram em suas redes sociais fotos e vídeos da confusão com a seguinte mensagem:

"Repudiamos veementemente as atitudes covardes que supostos 'torcedores' tiveram na saída do nosso ônibus após o jogo de hoje (segunda-feira). Ameaçaram nossa integridade física e, diferentemente do que eles pensam, essa conduta não nos motiva. Exigimos respeito aos atletas e comissão da Ponte Preta, pois damos nosso melhor em prol do clube. Isso é inaceitável. Até quando teremos de lidar com ameaças absurdas no meio do futebol brasileiro? Basta!", postaram os jogadores.

Em comunicado oficial, a Ponte Preta criticou a "ação absurda de pessoas que atacaram o ônibus" e prometeu colaborar com a Polícia Civil para que os responsáveis sejam identificados. O clube, inclusive, enviou as imagens para a polícia.

"A Associação Atlética Ponte Preta repudia veementemente a ação absurda de pessoas que atacaram o ônibus da equipe após o jogo da noite desta segunda-feira e, entre outras ações, quebraram o vidro do ônibus, cujos estilhaços causaram escoriações nos atletas e feriram o meia Locatelli. A Ponte acionou as autoridades, está disponibilizando todas as imagens para a polícia e vai colaborar e atuar para que os responsáveis sejam identificados e exemplarmente punidos nas formas da lei", disse o clube em uma nota oficial.

A derrota para a Inter de Limeira não permitiu que a Ponte Preta assumisse a vice-liderança do Grupo B do Paulistão. Com 10 pontos, o time de Campinas segue na terceira colocação. O próximo jogo dos comandados do técnico Fabinho Moreno será nesta quinta-feira contra o Mirassol, novamente no estádio Moisés Lucarelli, pela nona rodada.

Últimas