Esportes Após cair em simples, Novak Djokovic perde na semi de duplas mistas: 'Terrível'

Após cair em simples, Novak Djokovic perde na semi de duplas mistas: 'Terrível'

A sexta-feira definitivamente não foi o dia do sérvio Novak Djokovic nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Depois de sofrer uma dura virada nas semifinais em simples para o alemão Alexander Zverev, ele também caiu na semi de duplas mistas ao lado da compatriota Nina Stojanovic, sendo derrotados pelos russos Aslan Karatsev e Elena Vesnina por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/4) e 7/5.

Com o resultado da partida, os russos, que competem nesta edição dos Jogos Olímpicos sob a bandeira do seu Comitê Olímpico, terão uma final toda nacional. Anastasia Pavlyuchenkova e Andrey Rublev saíram atrás dos australianos John Peers e Ashleigh Barty, mas buscaram a virada e venceram por 2 sets a 1 - com placar final de 5/7, 6/4 e 13 a 11 no match tie-break.

Derrotado nas duas partidas que disputou no dia, Djokovic tentará se reerguer para buscar duas medalhas de bronze. Na zona mista logo após a queda nas mistas, o sérvio não escondeu a frustração, que estava estampada não apenas na sua cara, mas também na expressão corporal e até em suas respostas mais curtas e sem energia. "Terrível, me sinto terrível", afirmou ao ser questionado sobre a sensação naquele momento.

Ao analisar a derrota para Zverev, impedido mais uma vez de disputar a tão sonhada medalha de ouro - perdeu outras duas semifinais olímpicas, sendo a primeira em Pequim-2008 e a outra em Londres-2012 -, o sérvio lamentou não ter conseguido jogar no mesmo nível de antes e também elogiou o algoz.

"Ele apenas jogou melhor, sacou extremamente bem e poucas vezes tive a chance de enfrentar seu segundo serviço. Meu saque caiu drasticamente e não consegui ganhar um ponto grátis sequer. Depois do 3/2 no segundo set, meu jogo ruiu e ele estava bem", observou o líder do ranking da ATP.

Djokovic espera agora conseguir deixar o abatimento de lado para as duas disputas do bronze que tem pela frente. "Vamos ver como será. No momento eu me sinto terrível em todos os sentidos, mas espero que amanhã (sábado) possa ter um recomeço, me recuperar e quem sabe ao menos vencer uma medalha para o meu país", finalizou.

MEDALHAS - Depois de colecionar três medalhas de bronze no tênis olímpico, a Croácia entrou em quadra para a final de duplas masculinas com a certeza de que enfim colocaria um ouro no pescoço. Em um duelo todo nacional, os cabeças 1 Nikola Mektic e Mate Pavic tiveram trabalho para derrotar Marin Cilic e Ivan Dodig por 2 sets a 1 - parciais de 6/4, 3/6 e 10 a 6 no match tie-break.

Os neozelandeses Marcus Daniell e Michael Venus conquistaram o bronze ao venceram os americanos Tennys Sandgren e Austin Krajicek em sets diretos, com parciais de 7/6 (7/3) e 6/2.

Últimas