Esportes Apesar do fim da série de vitórias, Tite se diz contente com desempenho do Brasil

Apesar do fim da série de vitórias, Tite se diz contente com desempenho do Brasil

O empate por 1 a 1 com o Equador na rodada final da fase de grupos da Copa América, neste domingo, encerrou uma série de dez vitórias da seleção brasileira, mas o técnico Tite ficou "muito contente" com o desempenho apresentado no Olímpico, em Goiânia. Isso porque ele mandou a campo um time misto, inclusive sem Neymar, que estava pendurado, e gostou do que foi apresentado pelos jogadores que receberam oportunidades.

"No jogo de desempenho, com a equipe mexida, eu fiquei muito contente. Claro que gostaríamos de um placar melhor e termos ajustado detalhes, por exemplo, da bola parada defensiva, naquela que tomamos o gol. Mesmo sabendo que na bola parada ofensiva o fizemos. Mas nessa circunstância todas, em termos de desempenho, inclusive com o Paquetá, estou muito contente", avaliou o treinador.

Além disso, o placar teve pouco impacto prático Dentro da disputa da Copa América, já que o time entrou em campo com a classificação e a primeira colocação garantidas no Grupo B. Depois de encerrar a fase de grupos com dez pontos somados de 12 disputados, a seleção espera a definição do adversário das quartas de final, fase na qual Tite não deve contar com Renan Lodi. O lateral sofreu um trauma na região da bacia e será reavaliado amanhã.

O Brasil enfrentará Chile ou Uruguai, situação que será definida nesta segunda-feira, quando serão disputadas as últimas duas partidas do Grupo A. Questionado sobre ter preferência por um dos dois, Tite afirmou que não há como escolher e se mostrou animado em enfrentar adversários qualificados.

"Sem escolha, tradição, técnica individual, peso de camiseta, atletas qualificados, grandes técnicos, vai ter enfrentamento dos últimos três campeões da Copa América ou um clássico sul-americano histórico de Brasil x Uruguai. Olha o que reserva", comentou o comandante da seleção brasileira.

A rodada deste domingo garantiu, também, a classificação de Peru, Colômbia e Equador. A quinta colocada Venezuela foi eliminada, assim como a Bolívia, que joga contra a Argentina na segunda-feira, mas não tem mais nenhuma chance de avançar no Grupo A.

Últimas